19/10/19
 
 
Camboja. Governo proíbe passeios de elefantes

Camboja. Governo proíbe passeios de elefantes

Twitter Jornal i 15/06/2019 16:23

Petição surgiu depois da morte de dois animais por exaustão

Os passeios de elefantes vão ser proibidos nas visitas ao templo de Angkor Wat, no Camboja, a partir de 2020, depois de uma petição internacional pedir o fim da exploração destes animais, na sequência da morte de dois elefantes devido à exaustão.

Assim, com a decisão do governo do Camboja, os animais que fazem parte daquela que é a maior atração turística do país – 14 elefantes – serão transferidos para um centro de conservação e reprodução.

"No início de 2020, a nossa associação planeia acabar com a utilização de elefantes para transportar turistas. Eles vão poder ainda observar e tirar fotos com os elefantes no nosso centro de conservação e reprodução. Queremos que os elefantes vivam da maneira mais natural possível", disse Oan Kiry, diretora do Comité do Grupo de Elefantes de Angkor Wat, citado pelo jornal britânico Metro.

Estima-se que, por ano, mais de 2,5 milhões de turistas visitam o templo de Angkor Wat. Nos últimos três anos, dois elefantes morreram - ambos morreram de exaustão enquanto transportam turistas, também devido às altas temperaturas que se fazem sentir.

A morte dos animais levou a que fosse criada uma petição que, em apenas 48 horas, reuniu mais de 14 mil assinaturas.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×