17/9/19
 
 
Só sete por cento das praias portuguesas não têm vestígios de poluição

Só sete por cento das praias portuguesas não têm vestígios de poluição

15/06/2019 11:47

Análise da associação ambientalista ZERO diz que apenas 44 praias de Portugal estão livres de qualquer contaminação

Apenas sete por cento das praias portuguesas estão livres de poluição. A conclusão é da associação ambientalista ZERO (Associação Sistema Terrestre Sustentável), que encontrou somente 44 praias portuguesas sem qualquer vestígio de contaminação num total de 608 zonas balneares em funcionamento este ano - números idênticos aos do ano passado.

Torres Vedras, com dez praias, e Vila do Bispo, com cinco, são os concelhos líderes em termos de águas balneares de qualidade, de acordo com a análise feita pela ZERO e divulgada no dia em que abre a época balnear em quase três centenas de praias nacionais. Aquela associação revela que não foi detetada qualquer contaminação nas análises às águas destas praias ao longo das três últimas épocas balneares.

Outros concelhos com mais praias de "elite" são o da Praia da Vitória, nos Açores, com quatro, e Tavira, no Algarve, com três. Angra do Heroísmo, Esposende, Grândola, Marinha Grande e Peniche colocam duas na lista, que contém ainda uma praia de interior: a praia de Montes, na Albufeira de Castelo do Bode, em Tomar.

A ZERO relembra ainda que os utentes só devem frequentar praias classificadas como zonas balneares, pedindo ainda para que se preservem as dunas e que não se deixem para trás resíduos, nomeadamente de plástico. "Mais de 80 por cento dos 12,2 milhões de toneladas de plástico que entram no ambiente marinho em cada ano vêm de fontes terrestres, sendo o maior contribuinte o lixo de plástico, incluindo itens como garrafas de bebidas e outros tipos de embalagens”, ressalva o organismo.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×