16/10/19
 
 
Oxfam criticada por abusos sexuais

Oxfam criticada por abusos sexuais

Jornal i 12/06/2019 11:37

Organização despediu os acusados, mas omitiu que os abusos sexuais aconteceram devido à exploração sexual juvenil, incluindo crianças de 12 anos

Vários membros da Oxfam, organização de caridade mundial, foram acusados de recorrerem a jovens prostitutas enquanto prestavam auxílio no Haiti, em 2010, depois do sismo que ocorrera naquela parte da ilha. 

No ano passado, surgiram acusações no The Times, de que a Oxfam escondera os abusos sexuais. Embora a organização tenha conduzido uma investigação a essas acusações em 2011 e despedido os membros acusados de abuso sexual, acabou por omitir no relatório que tal acontecera devido à exploração sexual juvenil, incluindo crianças de 12 anos de idade.

A Comissão de Caridade do Reino Unido, um departamento não governamental britânico,foi quem conduziu a investigação à Oxfam que culminou num relatório onde acusa a organização de “mau comportamento”, má cultura interna e de tolerar comportamentos de abuso de poder, tendo mesmo perdido os valores pelos quais se regem. Afirmou, também, que os abusos no Haiti não eram casos isolados.

Uma das líderes da organização, Caroline Thomson, aceitou as acusações e disse que era uma vergonha o que acontecera, pedindo desculpa pelo sucedido.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×