22/8/19
 
 
Operação Teia. Autarca de Barcelos pede para ser substituído do cargo

Operação Teia. Autarca de Barcelos pede para ser substituído do cargo

Diana Tinoco Jornal i 11/06/2019 20:28

Miguel Costa Gomes está em prisão domiciliária e proibido de contactar com os funcionários da Câmara Municipal de Barcelos

Miguel Costa Gomes, presidente da Câmara Municipal de Barcelos, pediu esta terça-feira para ser substituído temporariamente do cargo. O autarca encontra-se em prisão domiciliária na sequência da Operação Teia e está proibido de qualquer contacto com os funcionários do município, razão pela qual entregou o requerimento. 

“Aquilo que estou proibido é de contactar com os funcionários da Câmara. A Câmara Municipal de Barcelos tem 783 funcionários e depois temos o Executivo eleito comigo, os vereadores, os adjuntos e secretários”, disse Miguel Costa Gomes em entrevista à RTP.

Por não estar proibido de contactar com executivo que elegeu, o autarca de Barcelos entregou o requerimento a Armandina Saleiro, vice-presidente da Câmara – e que deverá substituir Miguel Costa Gomes. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×