16/6/19
 
 
12 detidos no balanço final da PSP à Liga das Nações

12 detidos no balanço final da PSP à Liga das Nações

DR Jornal i 11/06/2019 20:10

A PSP anunciou esta terça-feira que a operação realizada durante a Liga das Nações resultou na detenção de 12 pessoas e foram registados oito feridos.

Durante a operação realizada pelas autoridades portuguesas no âmbito da Liga das Nações, a PSP deteve 12 pessoas, sendo que sete eram de nacionalidade inglesa e cinco eram portugueses. Recorde-se que a final four da Liga das Nações decorreu no Porto e em Guimarães entre os dias 5 e 9 de junho e contou com a participação das seleções de Portugal, Holanda, Suíça e Inglaterra.

Alexandre Coimbra, diretor de relações publicas da PSP e citado pela agência Lusa explicou que os “ seis adeptos ingleses foram detidos por agressões, fruto de coação e resistência a polícias e um adepto por danos de uma viatura. Entre os portugueses, dois foram detidos por venda ilegal de bilhetes, outros dois por tráfico de estupefacientes e um por posse de artigo pirotécnico no jogo da final.” Segundo a PSP ainda foi identificado um adepto inglês por comportamento agressivo e um holandês por agressão.

Em dois casos de adeptos ingleses que foram detidos “o Ministério Público decidiu suspender o processo e aplicar injunções, e que nos outros casos os detidos foram presentes a interrogatório judicial, onde foram aplicadas medidas de coação como o pagamento de caução, sendo que os processos irão decorrer”, explicou Alexandre Correia.

Alguns adeptos ingleses envolvidos nas detenções podem sofrer consequência no seu país, como foi o caso de um dos detidos que quando regressou a Inglaterra tinha as autoridades à sua espera no aeroporto para lhe aplicar a ordem de proibição de entrada em estádios por três anos.

O Comandante Metropolitano do Porto, Paulo Lucas, em declarações à mesma agência noticiosa, considerou que “o balanço final da operação foi muito positivo” e que a operação foi um “desafio interessante” para os muitos agentes da PSP que “todos os dias até às cinco ou seis da manhã”patrulhavam as ruas das cidades do Porto e Guimarães.

A operação Liga das Nações contou com largos meses de preparação e envolveu cerca de nove mil agentes apoiados por 300 veículos e contou ainda com a colaboração de agentes da polícia inglesa e holandesa.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×