18/8/19
 
 
Paulo Rangel foi o menos votado para vice-presidente no Partido Popular Europeu

Paulo Rangel foi o menos votado para vice-presidente no Partido Popular Europeu

11/06/2019 11:48

O eurodeputado assumiu o seu terceiro mandato como vice-presidente da maior força política no Parlamento Europeu.

Paulo Rangel foi reeleito, na passada quarta-feira, para o terceiro mandato como um dos 10 vice-presidentes do grupo parlamentar do Partido Popular Europeu (PPE). No entanto,o o Jornal i sabe que o eurodeputado do PSD foi o candidato com menos votos. O político social-democrata apenas conseguiu 80 votos. 

Em comunicado, o eurodeputado português não fez qualquer comentário sobre este dado e apenas referiu que, com a sua reeleição, Portugal continua a ser representado no PPE. 

Dubravka Suica (Croácia) liderou a corrida com 145 votos, Esteban Gonzáles Pons (Espanha) ficou em segundo com 142 e Ewa Kopacz (Polónia) e Siegfried Muresan (Roménia) posicionaram-se em terceiro lugar, ambos com 141 votos. Seguiu-se Mairead McGuinness (Irlanda) com 139, Esther de Lange (Holanda) com 131, Arnaud Danjean (França) com 122, Andrey Kovatchev (Bulgária) com 94 e Evangelos Meimarakis (Grécia), em penúltimo lugar, com 92. 

Manfred Weber também foi reeleito pelos 179 membros de 26 estados-membros do PPE como presidente. O alemão é um dos candidatos para presidente da Comissão Europeia.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×