22/2/20
 
 
Koeman: "Ronaldo? É de um nível tão superior..."

Koeman: "Ronaldo? É de um nível tão superior..."

Bruno Venâncio 08/06/2019 19:49

O selecionador holandês reconhece a dificuldade em travar o capitão de Portugal, mas mostra-se confiante para a final da Liga das Nações

Incontornável: depois do hat-trick à Suíça nas meias-finais, todas as conversas referentes à Liga das Nações têm Cristiano Ronaldo como denominador comum. Na conferência de imprensa de antevisão da final, o selecionador holandês, Ronald Koeman, juntou-se ao coro de elogios ao capitão da seleção portuguesa, mas ainda assim garantiu acreditar que o 7 luso pode ser travado.

"Plano para deter Cristiano Ronaldo? Não. Sabemos que é um dos melhores jogadores do mundo e a coisa mais bela do futebol é que não podes parar a 100 por cento um jogador desse tipo. Por vezes um jogador deste calibre não pode ser parado. Ronaldo tem um nível de qualidade tão superior que é difícil de controlar. Vamos tentar impedi-lo de fazer estragos uma vez mais", atirou o antigo treinador do Benfica, recordando porém um recente particular na Suíça entre as duas seleções (em que a Holanda ganhou por 3-0): "Nesse jogo, o De Ligt também estava a marcar o Ronaldo e conseguiu fazer um bom trabalho".

O antigo internacional holandês enjeita euforias na sua equipa, assumindo a certeza de que o jogo será "importante" para Portugal, "uma equipa forte e que joga em casa". "Temos de estar no nosso melhor para criarmos oportunidades e marcar. Quando começámos a disputar esta prova, num grupo com França e Alemanha, ninguém acreditaria que passaríamos. E agora estamos na final. Não sentimos grande pressão. Sabemos que temos de defender bem e jogar bem. Não acho que vencer a Liga das Nações seja como ganhar um Europeu ou um Mundial, mas seria a confirmação de que estamos no caminho certo. Se vencermos, não vamos celebrar muito. Vamos simplesmente tomar uma taça de champanhe e seguir de férias", realçou o técnico.

Daley Blind, um dos elementos mais experientes do conjunto holandês, também abordou o "assunto Ronaldo". "Jogamos contra Portugal, não contra Ronaldo, mas claro: todos conhecemos as capacidades dele. Impedir que Ronaldo faça a diferença é o nosso trabalho. Na eliminatória entre Ajax e Juventus [Liga dos Campeões] também tivemos de jogar como equipa para tentar controlar a influência que ele tem no jogo. Temos de estar preparados para o enfrentar. Analisámos com atenção vários vídeos dos últimos jogos de Portugal", referiu o defesa, deixando elogios a Portugal, "uma ótima seleção". "É uma mistura de jogadores mais maduros e mais jovens. Sabemos que são capazes de marcar a qualquer momento e sentimos que estamos a jogar fora de casa, mas isso não deve ser problema", sublinhou.

Para Blind, vencer a Liga das Nações "seria entrar para a história e uma ótima recompensa depois de momentos difíceis". O atleta de 29 anos assumiu ainda que "dá conforto" à equipa saber que tem uma dupla de centrais constituída por De Ligt e Virgil Van Dijk, recentemente consagrado campeão europeu com o Liverpool e apontado por muitos como o mais forte candidato a vencer a Bola de Ouro este ano. Como por exemplo Georginio Wijnaldum, seu colega no clube e na seleção. "Não cabe a nós decidir quem ganha a Bola de Ouro, mas ele é o melhor defesa do mundo e claro que merece, sobretudo se olharmos para a época que fez".

Questionado sobre o confronto com Cristiano Ronaldo, o médio mostrou-se entusiasmado. "Queremos sempre jogar contra os melhores do mundo, e Ronaldo é um deles. Faz uma grande diferença na equipa, mas existem outros jogadores na seleção portuguesa a ter em atenção. Portugal tem jogadores experientes e jovens talentos. Estamos a jogar fora de casa, mas sentimos a mesma coisa no jogo com a Inglaterra e vencemos", sentenciou.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×