21/7/19
 
 
Ricardo Salgado integra lesados do BES e exige quase 10 milhões de euros

Ricardo Salgado integra lesados do BES e exige quase 10 milhões de euros

Raquel Wise Jornal i 04/06/2019 10:49

Doze dos treze ex-administradores do BES culpados pela comissão liquidatária da queda da instituição exigem créditos

Ricardo Salgado e Ricciardi estão entre os lesados do BES, exigindo 9,98 milhões de euros e 2,46 milhões de euros, respetivamente.

De acordo com o Correio da Manhã, são cinco os membros da família Espírito Santos entre os lesados do BES e que exigem créditos num valor total superior a 16,8 milhões de euros: Ricardo Salgado, José Maria Ricciardi, Manuel Fernando Espírito Santo, Ricardo Abecassis Espírito Santo e Pedro Mosqueira Amaral.

Segundo o mesmo jornal, também Rui Nabeiro, da Delta Cafés, Rui Vilar, ex-ministro, e o gestor António Castro Henriques integram a lista de credores do BES, divulgada na última sexta-feira. Enquanto Nabeiro reclama 5800 euros e Rui Vilar 6300 euros, Castro Henriques reclama um valor superior a 200 mil euros (239.000€).

Já na família Espírito Santo, Manuel Fernado Espírito Santo exige 2,54 milhões de euros, Ricardo Abecassis  1,42 milhões de euros e Pedro Mosqueira do Amaral pouco mais de 433 mil euros – tanto estes membros da família como Ricardo Salgado e José Maria Ricciardi integram o grupo de ex-administradores do BES que foi acusado pela comissão liquidatária de ter culpa na queda da instituição.

O Jornal de Negócios já havia avançado que à exceção de um, José Manuel Espírito Santo, todos os gestores acusados da queda do BES reclamaram créditos à comissão liquidatária num total de 24,3 milhões de euros.

Morais Pires reclama um crédito de 5,64 milhões de euros.

Joaquim Goes, António Souto, Stanislas Ribes, Jorge Martins, João Freixa e Rui Silveira reclamam menos de um milhão de euros cada um.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×