15/9/19
 
 
China alerta os estudantes sobre os riscos de estudar nos EUA

China alerta os estudantes sobre os riscos de estudar nos EUA

Dreamstime Jornal i 03/06/2019 12:51

“Isto afeta todos os chineses que estudam nos Estados Unidos e também os que aí terminaram com sucesso os seus estudos”

O Ministério da Educação chinês emitiu um alerta oficial, esta segunda-feira, a aconselhar os estudantes que pretendam pedir vistos para irem estudar para os EUA a ponderar antes de tomarem a decisão. De acordo com a China, os americanos têm colocado muitas dificuldades na apresentação de um pedido de visto, além das demoras e atrasos na entrega dos vistos. 

“Isto afeta todos os chineses que estudam nos Estados Unidos e também os que aí terminaram com sucesso os seus estudos”, declarou o Ministério da Educação chinês numa publicação.

A guerra comercial entre a China e os Estados Unidos têm causado vários danos colaterais. Prova disso está o polémico caso em torno da empresa de tecnologia Huawei que foi colocada na lista negra de Trump, tendo várias gigantes da tecnologia cortado relações com a empresa.

O Ministério da Educação da China refere ainda que “por um período de tempo, alguns estudantes chineses que estão nos EUA enfrentaram situações em que os seus vistos eram restritos, o período de revisão do visto era prorrogado, o período de validade reduzido ou rejeitado”. 

Os estudantes chineses de áreas como a robótica e engenharia são alguns dos jovens que passam por exames adicionais ao pedir visto. De acordo com o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, os americanos impuseram “restrições desnecessárias” aos intercâmbios, aos estudantes que querem estudar fora do país, e isto provocou uma “oposição na indústria da educação dos dois países”.

O jornal New York Times divulgou em meados de abril que as autoridades americanas estavam a rejeitar o visto de chineses suspeitos de vínculos com os serviços de inteligência da China. Os chineses também ficaram revoltados com o projeto-lei que os republicanos apresentaram no Congresso em maio, que visava a proibição da entrada de estudantes que tivessem algum vínculo com instituições militares chinesas.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×