19/6/19
 
 
Grupo que se fazia passar por negociantes de diamantes detido em Lisboa

Grupo que se fazia passar por negociantes de diamantes detido em Lisboa

DR Jornal i 23/05/2019 14:55

O grupo está indiciado por crimes de burla e roubo com recurso a arma de fogo.  

A Polícia Judiciária deteve três homens com idades entre os 42 e os 44 anos por estarem fortemente indiciados pela prática de vários crimes de burla qualificada e roubo com arma de fogo.

De acordo com um comunicado da PJ os suspeitos abordavam as vítimas dizendo que eram negociantes de diamantes e como não possuíam conta bancária em Portugal precisavam de ajuda para cambiar dinheiro.

No mesmo comunicado a PJ revela que “as vítimas eram aliciadas a participar no referido negócio, no decorrer do qual os detidos lhe exibiam objetos que diziam ser diamantes, mas que na realidade se tratavam de pedaços de vidro, conseguindo desse modo que as vítimas utilizassem dinheiro próprio para aquisição das supostas pedras preciosas”.

Durante as diligências a Policia Judiciária conseguiu apurar que em 2019 ocorreram pelo menos quatro situações idênticas.

A PJ sublinha ainda que um dos detidos é suspeito de outro caso que remonta a 2017 onde terá utilizado o mesmo modus operandi de forma a aliciar uma vítima para um negócio de compra e venda de diamantes.

Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×