14/10/19
 
 
José Correia admite deixar campeonato de velocidade

José Correia admite deixar campeonato de velocidade

Joaquim Gomes Joaquim Gomes 18/05/2019 22:41

Piloto bracarense descontente com decisão da organização de o impedir de partir logo na grelha

O piloto bracarense José Correia, líder da JC Group Racing Team, admite deixar o Open de Velocidade, depois de durante este sábado ter sido impedido de partir logo na grelha, em Braga, pois o sinal encarnado do semáforo final das boxes acionou antes de ter tempo de entrar na pista do Circuito Vasco Sameiro, em Braga.

A situação foi extensiva à piloto Gabriela Correia, bem como a outro concorrente, Pedro Marques, tendo os responsáveis da organização da prova alegado que o sinal encarnado foi devido a um atraso, que imputa exclusivamente aos referidos três desportistas, o que estes contestam, ponderando já um recurso formal às instâncias jurisdicionais federativas.

Apesar das contrariedades, José Correia (Nissan GT-R Nismo GT3) garantiu a pole position para a segunda corrida do Campeonato Open de Velocidade Portugal, devido ao tempo de 1.21.591s, sendo que na segunda posição fixou-se Miguel Lobo num Mercedes AMG GT4 a 0.104s e na terceira posição ficou Nuno Batista em Porsche 997 GT3 Cup.

A segunda corrida do Campeonato Open de Velocidade Portugal decorre este domingo a partir das 10 horas, no Circuito Vasco Sameiro, em Braga., prosseguindo a prova de tarde.

Ao "SOL", José Correia disse não querer alimentar polémicas que prejudiquem a modalidade, mas depois das provas deste domingo já não deverá participar nas jornadas em Vila Real, Portimão e novamente em Braga, após ter corrido a primeira ronda, no Circuito do Estoril. No final, o antigo piloto Rui Lages exerceu a sua “magistratura de influência”, procurando demover não só José Correia, como Gabriela Correia e Pedro Marques a não deixarem as competições de velocidade, referindo que na sua carreira também teve muitos dissabores.

O nervosismo entre os três pilotos era patente, com Pedro Marques a despistar-se, no Seat Leon Mk3, enquanto Gabriela Correia recuperou, ao volante do Seat Leon Supercopa Mk3, bem como José Correia no Nissan GTR Nismo GT3), só que o ritmo inicial estava comprometido, uma situação que conduziu ao inconformismo dos três pilotos bracarenses que concorreram ao Open de Velocidade, esta temporada, sentindo-se hoje prejudicados.

Miguel Lobo (Mercedes AMG GT4) venceu essa mesma primeira corrida do Campeonato Open de Velocidade de Portugal, no Circuito Vasco Sameiro, em Palmeira, Braga, tendo conseguido isolar-se, Nuno Batista (Porsche 997 GT3 Cup) passou por Francisco Mora (Cupra TCR), ficando assim mesmo definido o pódio provisório, durante o primeiro dia.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×