15/10/19
 
 
Eurovisão. E quem passa quem passa quem?

Eurovisão. E quem passa quem passa quem?

Cláudia Sobral 14/05/2019 09:27

Depois de um segundo ensaio geral conturbado, Conan Osíris atua esta noite na primeira semifinal da Eurovisão, em Televive. Segundo a média das casas de apostas, em risco de não passar à final

Em março, depois de o país ao qual não tinha ainda chegado Conan Osíris ter ficado a conhecê-lo com Telemóveis, o tema com que venceu a final do Festival da Canção, Jorge Mangorrinha, autor de vários estudos sobre a Eurovisão, apontava Tiago Miranda como um possível candidato à segunda vitória de Portugal na Eurovisão, depois de Salvador Sobral. “Um génio”, descrevia em declarações à agência Lusa, que “com simplicidade faz muito”, apesar, como tantas vezes acontece com os génios, de “poder ser incoerente e criar sentimentos antagónicos de crítica feroz ou entusiasmo”. Um “génio” que esta noite leva a Telavive, à primeira das semifinais da Eurovisão de 2019, o seu inconfundível “mix de fado, gipsy, arábico, dança, bem como uma história com grande simplicidade de meios, mas eficaz”, citando ainda Mangorrinha.

Mas, ao contrário do que fizeram crer os primeiros dados das casas de apostas, dois lugares abaixo da linha vermelha que separa os dez primeiros, que terão acesso à final de dia 18, daqueles que ficarão de fora. À segunda eliminatória, que tem lugar daqui a dois dias, concorrem 18 participantes; à primeira, que já esta noite será transmitida em direto pela RTP, 17, entre os quais o representante português. Com Grécia, Chipre, Austrália, Islândia e Hungria como principais favoritos, a média das casas de apostas atirava ontem Conan Osíris para o 12.o lugar na primeira semifinal, com uma probabilidade de apenas 37% de passar à final.

Ainda assim, com duas casas de apostas (Bwin e Olybet) a colocarem-no entre os dez primeiros classificados. E com uma pontuação ligeiramente mais favorável no ranking que junta os 41 países concorrentes à Eurovisão de 2019: aí, o representante português surge na 19.a posição (são 20 os finalistas) e à frente da Sérvia, que surge, nas apostas para a primeira semifinal, em sexto lugar. Nesse mesmo ranking de favoritos à vitória, Israel, que venceu a edição do ano passado, em Lisboa, e este ano acolhe o festival, aparece num nada promissor 24.o lugar.

Além de estar em risco de não conseguir chegar à final desde o final da semana passada, Conan Osíris não ficou satisfeito com o ensaio geral de ontem. E não deixou de expressar a sua frustração na conferência de imprensa que se seguiu. Sem meias-palavras, como nos vem habituando ao longo destes meses em que se fez figura nacional: “O ensaio foi uma merda”. Polémica houve ainda com o excerto que a organização do festival escolheu para publicar nas redes sociais, em que não se ouvia a voz de Tiago Miranda, entretanto removido e substituído por outro. 

Ainda na conferência de imprensa, Conan Osíris prometeu melhorias para a atuação de hoje à noite. E reagiu às críticas à sua indumentária (e de João Reis Moreira, o bailarino que o acompanha em todas as atuações): “Em Portugal odiaram a roupa, mas sinto que tenho de usar essa roupa porque fez parte de uma evolução e fez parte do nosso processo, daquilo que concebi para a versão internacional desta atuação e desta música. Vocês merecem ver algo diferente do que já viram na atuação do Festival da Canção e por isso não vou voltar atrás.”

Para lá de Conan Osíris, atuam esta noite na primeira das duas semifinais de uma edição polémica - foram vários os apelos aos concorrentes para que boicotassem a Eurovisão, como sinal de protesto contra Israel - os representantes da Grécia, Chipre, Austrália, Islândia, Hungria, Sérvia, República Checa, Eslovénia, Bélgica, Estónia, Polónia, Bielorrússia, São Marino, Geórgia, Finlândia e Montenegro. À segunda semifinal apresentam-se os concorrentes da favoritíssima Holanda (com 23% de probabilidades de vencer na média das casas de apostas), Suécia (a segunda vencedora mais provável, com apenas 15% de hipóteses) e ainda da Rússia, Suíça, Azerbaijão, Malta, Macedónia do Norte, Noruega, Arménia, Dinamarca, Albânia, Roménia, Lituânia, Moldávia, Áustria, Croácia, Letónia e Irlanda. A 18 de maio, a final é disputada pelos dez mais bem pontuados de cada uma das semifinais, aos quais se juntam França, Alemanha, Itália, Espanha, Reino Unido e o anfitrião, Israel.

Para Conan Osíris, os dados das casas de apostas têm sido pouco favoráveis nos últimos dias, mas não suficientemente claros para desfazer a dúvida. “E quem mata quem/ Quem mata quem mata/ Quem mata quem”? Bem diz Conan Osíris que não sabe. Nem ninguém.

Apostas para hoje:

1. Grécia: Better Love, Katerine Duska. Probab. qualificação: 93%

2. Chipre: Replay, Tamta. Probab. qualificação: 92%

3. Austrália:Zero Gravity, Kate Miller-Heidke. Probab. qualificação: 90%

4. Islândia: Hatrið mun sigra, Hatari. Probab. qualificação: 85%

5. Hungria: Az én apám, Joci Pápai. Probab. qualificação: 83%

6. Sérvia: Kruna, Nevena Božović. Probab. qualificação: 82%

7. República Checa: Friend of a Friend, L. Malawi. Probab. qualificação: 80%

8. Bélgica: Wake Up, Eliot. Probab. qualificação: 68%

9. Eslovénia:Sebi, Zala Kralj & Gašper Šantl. Probab. qualificação: 68%

10. Estónia: Storm, Victor Crone. Probab. qualificação: 60%

11. Polónia: Pali się, Tulia. Probab. qualificação: 53%

12. Portugal: Telemóveis, Conan Osíris. Probab. qualificação: 37%

13. Geórgia: Keep on Going, Oto Nemsadze. Probab. qualificação: 30%

14. Bielorrússia: Like It, Zena. Probab. qualificação: 29%

15. São Marino: Say Na Na Na, Serhat. Probab. qualificação: 28%

16. Finlândia: Look Away, Darude feat. Sebastian Rejman. Probab. qualificação: 14%

17. Montenegro: Heaven, D mol. Probab. qualificação: 8%

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×