18/11/19
 
 
Empresa Recife doa três mil sacos de lixo para a Falperra

Empresa Recife doa três mil sacos de lixo para a Falperra

Joaquim Gomes 11/05/2019 10:42

A Recife, maior empresa de peças usadas de veículos do país, sediada em Braga, doou este fim de semana três mil sacos de lixo para ajudar a preservar os montes em redor da 40ª Rampa Internacional da Falperra, onde se esperam cerca de 200 mil espetadores.

Segundo Eduardo Carvalho, administrador da Recife, “as preocupações ambientais que norteiam uma empresa como a nossa levaram-nos este ano a proporcionar a todos a possibilidade de acondicionar o lixo que vão fazendo durante o fim de semana”.

A ideia dos três milhares de sacos surgiu por habitualmente a Recife associar-se à maior prova portuguesa de automobilismo de montanha e uma das principais da Europa, que é a da Falperra, com empenhamento de quatro reboques permanentes ao longo desta prova.

Mas a Recife também se tem vindo a destacar por disponibilizar carros para abate a várias corporações de bombeiros, a fim de serem utilizados em formações e simulacros, como a nível de desencarceramentos, mas também em iniciativas peculiares, o caso da oferta dos carros para o presépio real, “A Cabana Acidentada”, dos Bombeiros Sapadores de Braga.

Veículos em fim de vida

A Recife, que além da sede em Braga, tem mais instalações em Viana do Castelo, Chaves e Vila Real, surgiu no seio da Valorcar – Sociedade Gestora de Veículos em Fim de Vida, “sendo orientada por seus elevados padrões de ética, profissionalismo e transparência de processos”, destacando-se nos últimos anos pela exportação de peças para todos os países, uma vez que temos um stock alargado de peças de várias marcas e modelos automóveis”.

Segundo os seus responsáveis, “o nosso objetivo é corresponder à necessidade absoluta de dar um fim a um resíduo perigoso de acordo com as regras de uma Europa vanguardista nas questões do ambiente e é neste clima de rigor, preocupação social e ambiental que a Recife se vocaciona diretamente para o Desmantelamento de Veículos em Fim de Vida”.

“Somos um parceiro privilegiado, técnica e legalmente acreditado e queremos estar perto de si para resolver um problema de todos e de cada um”, é o lema da empresa Recife, cuja sede se situa em Sobreposta, em Braga, nas imediações traseiras do Santuário do Sameiro, onde decorre este fim de semana a 40ª Rampa Internacional da Falperra, sendo que além do intercâmbio de peças em relação aos seus outros três centros, também fornece peças e acessórios a empresas de todo o país, dado o seu grande número de carros, pelos Correios.

A Recife exporta para todo o mundo, com destaque para a Europa e os países africanos de expressão portuguesa, em função do número e ainda diversidade de peças e acessórios, prevendo para breve introduzir um sistema em que a partir de qualquer ponto do país seja possível por via informática encomendar em tempo real as peças para automóveis, já com o conhecimento prévio também dos custos dos respetivos portes, depois de tendo acesso à base de dados da Recife, os clientes conformarem a existência daquelas mesmas peças.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×