19/9/19
 
 
Receitas da Altice sobem para 509 milhões no 1.º trimestre

Receitas da Altice sobem para 509 milhões no 1.º trimestre

Sónia Peres Pinto 09/05/2019 17:30

A operadora justifica esta tendência pelo crescimento do segmento de serviços empresariais e também pela aposta na expansão da rede de fibra ótica. 

As receitas da Altice subiram 0,4% para 509 milhões de euros. A operadora justifica esta tendência pelo crescimento de 1,2% do segmento de serviços empresariais.

Também a aposta na expansão da rede de fibra ótica contribuiu para os resultados. “A meta definida para 2020 de 5,3 milhões de cobertura de lares e empresas portuguesas está progressivamente mais perto, traduzindo-se já em 4,59 milhões de casas passadas com fibra”. Este número representa um aumento de 102 face a igual período do ano passado. 

O investimento levado a cabo pela operadora fixou-se em 100 milhões de euros (versus 105 milhões de euros em igual período do ano passado), "reflexo da aposta da Altice Portugal no país, em particular na expansão da capacidade da rede móvel 4G e na manutenção das políticas comerciais de aquisição de novos clientes".

O EBITDA ajustado da Altice Portugal fixou-se nos 206 milhões de euros (-1,4% em termos homólogos), no entanto, a opera lembra que houve "uma melhoria significativa na tendência dos últimos 5 trimestres, resultante de uma clara melhoria nas tendências da receita e de um movimento de estabilização das margens bruta e comercial verificada ao longo dos últimos trimestres, mas também de um maior controlo e rigor a nível de custos operacionais, mesmo os relacionados com angariação de clientes, de marketing e de rede".

A empresa diz que, nos primeiros três meses do ano, manteve a expansão da base de clientes, tendo o segmento consumo apresentado adições líquidas positivas pelo sexto trimestre consecutivo, o que equivale a 18 meses seguidos de crescimento.

A infraestrutura de rede móvel atingiu a cobertura de 98,6 % no 4G e de 75 % no 4G+ em termos populacionais no final de março de 2019. "Durante este trimestre, a MEO iniciou um processo de re-farming para 4G na banda dos 2100Mhz para mais de 600 sites na região norte de Portugal, com melhorias de rendimento de banda para o utilizador final de mais de 30%, e foi ainda implementada rede 4G em mais de 100 freguesias rurais na banda de 800Mhz. A capacidade da rede MPLS foi expandida em mais de 2Tbps e a nova rede DWDM implementada com 1.7Tbps. Este investimento vem suportar o crescimento contínuo da base de clientes móveis pós-pago da Altice Portugal", salienta.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×