19/6/19
 
 
Mulher matou marido com 86 golpes de faca e martelo em Abrantes

Mulher matou marido com 86 golpes de faca e martelo em Abrantes

DR Jornal i 09/05/2019 11:45

Margarida Rolo, a professora do Ensino Básico que matou o marido em agosto do ano passado, começa a responder pelo crime, no Tribunal de Santarém, esta sexta-feira.

A 16 de agosto do ano passado, Margarida Rolo, professora do Ensino Básico de 43 anos matou o marido José Duarte, de 51 anos, também professor “por recurso a agressão com um martelo e uma faca” tal como foi comunicado pelo Ministério Público (MP) citado pela agência Lusa.

A mulher foi detida no dia seguinte, pela Polícia Judiciária, tendo ficado em prisão preventiva. O homicídio ocorreu na residência do casal em Chainça, nos arredores de Abrantes, em Santarém.

De acordo com o site Rede Regional, que teve acesso ao Despacho de Acusação do MP, a professora matou o marido com 79 facadas e 7 marteladas com “frieza, calculismo e tremenda violência”.

Sabe-se ainda que a agressora recorreu a medicamentos para provocar sonolência ao marido. O MP, citado pela agência Lusa, avançou ainda que Margarida Rolo cometeu este crime por estar descontente com a vida conjugal e não concordar com o divórcio proposto por José Duarte.

Segundo o site Rede Regional, a mulher “tentou lavar os vestígios de sangue que tinha nas mãos e no corpo e ainda teve tempo de colocar a sua roupa numa máquina de lavar, antes de aparecer junto aos vizinhos a gritar por ajuda”, encenando um assalto à residência do casal.

Os dois professores estavam casados há 15 anos e têm dois filhos menores, com 9 e 13 anos, que estão à guarda de familiares.

Margarida Rolo vai começar a responder pelo crime esta sexta-feira no Tribunal de Santarém.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×