24/11/20
 
 
Falperra tem “gosto especial” para a JC Group Racing Team

Falperra tem “gosto especial” para a JC Group Racing Team

Zoom Motorsport/António Silva Joaquim Gomes 08/05/2019 13:26

A mítica Rampa da Falperra, em Braga, que se disputará já este fim de semana, tem um “gosto especial” para a JC Group Racing Team, uma vez que quer o seu fundador, quer o universo empresarial, são da cidade dos arcebispos.

José Correia (Osella PA2000 Evo2) vai correr com a filha. Gabriela Correia (SEAT León Mk3) e com o terceiro elemento da equipa, Augusto Vasconcelos (Ford Escort Mk1), que se afirmam preparados para a principal prova portuguesa da especialidade e uma das mais famosas da Europa, Rampa Internacional da Falperra, integrada no Campeonato Europeu.

Por isso, “a correr em casa a JC Group Racing Team quer lutar pela vitória nas categorias nacionais”, afirmou, esta quarta-feira, ao SOL José Correia, piloto e fundador da JC Group Racing Team, porque no Campeonato da Europa FIA de Montanha na Falperra levou o Nissan GT-R Nismo GT3 ao triunfo entre GT nas mais recentes edições de 2017 e 2018.

Agora, o desafio é outro já que o piloto de Braga vai pilotar o protótipo Osellla PA2000 Evo 2 no rápido traçado da Falperra, um piso este ano renovado, segundo diz José Correia.

“A Falperra é naturalmente a prova mais especial do ano, uma vez que somos uma equipa de Braga e representamos a nossa cidade e a nossa região com muito orgulho”, referiu José Correia.

“Tivemos um azar na primeira prova do ano, na Rampa da Penha, mas estou certo que tudo estará em condições com o carro e espero ter um fim de semana positivo nosso, já que o grande objetivo é dar espetáculo para o público e acumular o máximo de pontos para o campeonato nacional”.

Mas, “já em termos europeus as barchettas de outros pilotos, que são de 3.0 litros serão sempre mais rápidas”, afirmou o piloto bracarense, que em 2018 foi campeão nacional de GT e vice-campeão absoluto à classificação geral.

 

Gabriela Correia promissora

A jovem Gabriela Correia é já uma das grandes figuras da equipa e da montanha nacional, regressando à prova onde fez a sua estreia absoluta em rampas, em 2018, precisamente no fim de semana onde completou 16 anos de idade.

“Sim, a Falperra é um local que me traz muitas recordações porque foi aí que comecei a minha carreira nos automóveis e logo numa prova tão especial”, recordou a promissora piloto de Braga, que, na inaugural Rampa da Penha, se tornou a mais jovem piloto de sempre a subir ao pódio de uma rampa em Portugal, tendo sido, aliás, a única concorrente feminina a fazê-lo.

“O resultado na Penha mostrou a nossa evolução e agora, na Falperra gostaria de voltar a lutar pela vitória na minha categoria, sabemos que nunca é fácil, mas vamos tentar evoluir com o carro ao longo do fim de semana e retribuir o apoio e o carinho do público da Montanha”, revelou Gabriela Correia.

 

Augusto Vasconcelos polivalente

Augusto Vasconcelos também voltará a disputar a mais famosa rampa nacional com o seu clássico Ford Escort Mk1.

O piloto e arquiteto de Fafe destaca “a carga histórica e a inegável mística desta rampa, que não vale só pelo traçado, mas também pelo ambiente criado pelo público ao longo do percurso”.

“O nosso Ford Escort está permanentemente a ser evoluído, mas só poderei guiar o carro no primeiro treino livre, por isso estou na expectativa quanto à nossa performance”, disse.

Augusto Vasconcelos, recorde-se, é um veterano do automobilismo, sendo polivalente, correu em várias disciplinas da modalidade, inclusivamente em todo o terreno.

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×