20/9/19
 
 
Duas pessoas agredidas pela PSP durante distúrbios após jogo do Benfica na Luz

Duas pessoas agredidas pela PSP durante distúrbios após jogo do Benfica na Luz

João Porfírio Jornal i 05/05/2019 12:16

Detidos referem que agentes da autoridade recorreram a violência policial sem necessidade.

Este sábado, três pessoas - dois homens e uma mulher - foram detidas pela PSP nas imediações do Estádio da Luz, em Lisboa, após o jogo do Benfica por, alegadamente injúrias e tentativas de agressão aos agentes.

No entanto, depois de ter começado a confusão, as três pessoas que foram detidas alegam ter sido alvo de violência policial desnecessária, e todas necessitaram de receber tratamento hospitalar, tendo sido assistidas no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, escreve o Correio da Manhã.

Ao mesmo jornal, fonte da PSP explicou que a intervenção se deu cerca de 23h00 na Rua João de Freitas Branco, perto do Estádio da Luz e que a polícia foi chamada ao local devido à presença de um grupo de cerca de 50 membros da claque do Benfica ‘No Name Boys’, que se encontrava junto às roulotes. Depois de chegada ao local, a PSP pediu aos adeptos que se deslocassem para outro lugar, mas os benfiquistas recusaram-se a sair, tendo sido necessário pedir reforços.

Uma Equipa de Intervenção Rápida da PSP de Lisboa foi chamada e "teve de reagir à bastonada para deter autores de injúrias e tentativas de agressão a polícias". De acordo com o Correio da Manhã, durante os confrontos, um agente da PSP foi agredido à pedrada num joelho e teve de receber tratamento hospitalar.

Contudo, a história contada pelos detidos é outra: a mulher de um dos detidos, Tânia Rodrigues, disse ao CM que os "polícias chegaram às rulotes, e disseram que todos tinham de ir embora, acabando por agredir toda a gente".

O Diretor Nacional da PSP mandou abrir um inquérito no que diz respeito às agressões da noite passada.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×