24/8/19
 
 
Paquistão. Médico é acusado de infetar 90 pessoas com o vírus da SIDA

Paquistão. Médico é acusado de infetar 90 pessoas com o vírus da SIDA

Dreamstime Jornal i 03/05/2019 18:22

65 são crianças

Um médico foi detido, no Paquistão, após ser acusado de infetar 90 pessoas com o vírus da SIDA, incluindo 65 crianças. Em causa está o facto de o profissional de saúde utilizar seringas infetadas para vacinar as pessoas na clínica onde exercia.

De acordo com a AFP, as autoridades informaram que o médico, que também era seropositivo, utilizava a mesma seringa para injetar medicamentos nos pacientes.

O primeiro alerta foi dado depois de 18 crianças que moravam na periferia de Larkana terem sido diagnosticadas com o vírus.

"O sangue dos pais das crianças infetadas também foi analisado, mas seus resultados deram negativo", indicou Azra Pechuho, ministra de Saúde, citada pela mesma agência noticiosa.

O Paquistão é um país onde a prevalência de HIV é considerada baixa. No entanto, a doença está a propagar-se sobretudo entre consumidores de drogas, profissionais do sexo e imigrantes de países do Golfo, refere a AFP.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×