20/9/19
 
 
Ronaldo: "Já viram que não sou nenhum charlatão"

Ronaldo: "Já viram que não sou nenhum charlatão"

Bruno Venâncio 03/05/2019 10:52

O internacional português garante estar totalmente adaptado a Itália e à Juventus e não descarta seguir a carreira de treinador no futuro

Cristiano Ronaldo está "perfeitamente adaptado" ao futebol italiano e à Juventus. Em entrevista à revista Icon, do jornal espanhol El País, o internacional português mostrou-se feliz com a escolha feita no verão passado, quando trocou o Real Madrid pela vecchia signora.

"A primeira coisa que faço quando chego a um novo clube é ser eu próprio, nada mais. A minha ética de trabalho é sempre a mesma. Se um proprietário de uma empresa começar a ralhar com toda a gente, as pessoas não o verão como um líder. Dirão: 'este é o meu chefe, mas não me trata bem'. Tens de ser humilde, ter noção que não sabes tudo", frisou Ronaldo, garantindo ter aplicado esses princípios no crónico campeão italiano: "Se fores esperto, captas coisas que te fazem melhorar como atleta. Na Juventus adaptei-me perfeitamente, já viram que não sou nenhum charlatão. É o Cristiano e é o Cristiano porque se cuida. Uma coisa é falar, outra é fazer. Porque é que ganhei cinco Bolas de Ouro e cinco Champions?".

O CR7, de resto, assume que desde muito novo se habituou a carregar o peso das expetativas sobre os ombros. "É verdade que senti essa pressão desde muito jovem. Quando fui para o Real Madrid era o jogador mais caro da história [94 milhões de euros]. No Manchester United, depois de ganhar a minha primeira Bola de Ouro, aos 23 anos, as pessoas pensavam: 'olha, este vai ter de dar o máximo'. Nos últimos dez, 12 anos, tive sempre esta pressão adicional", assume Ronaldo, deixando em aberto a possibilidade de, após pendurar as chuteiras, abraçar a carreira de treinador: "Não descarto".

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×