13/11/19
 
 
Mais de dois mil alimentos vão passar a estar à venda com menos sal, açúcar e gordura

Mais de dois mil alimentos vão passar a estar à venda com menos sal, açúcar e gordura

Dreamstime Jornal i 02/05/2019 13:11

DGS assina hoje protocolos com a indústria alimentar

Esta quinta-feira, a Direção-Geral da Saúde vai assinar protocolos com a indústria alimentar com o objetivo de reduzir as quantidades de sal, açúcar e ácidos gordos trans nos alimentos que se encontram à venda em Portugal, avança a TSF.

Segundo o Público, em causa estão mais de dois mil produtos, como as batatas fritas, refeições prontas a consumir, cereais de pequeno-almoço, iogurtes, refrigerantes, néctares de fruta, aperitivos e pão.

Estas mudanças foram todas negociados ao abrigo do Programa Nacional para a Alimentação Saudável, e o Ministério da Saúde chegou a acordo com sete associações empresariais ligadas à restauração e à produção e distribuição alimentar. “Conseguimos assegurar que este processo vai implicar a reformulação dos produtos que representam pelo menos 80% do total de vendas de cada categoria“, disse a responsável pelo Programa Nacional para a Alimentação Saudável, Maria João Gregório, ao Público.

Assim, até 2022, a redução começará a fazer-se sentir especialmente em 10% do açúcar nos alimentos, de 10% no sal das batatas fritas e de 12% no das pizzas e dos cereais de pequeno-almoço.

No entanto, há alguns alimentos que ficam fora do acordo, como o fiambre, o queijo, as bolachas ou os biscoitos, por “questões tecnológicas de produção”, uma vez que, de acordo com a mesma responsável, “fazem com que seja difícil para as indústrias destes setores assumir um compromisso”.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×