25/8/19
 
 
Ex-professor dos Maristas em Espanha foi condenado a 22 anos de prisão por abusos a alunos

Ex-professor dos Maristas em Espanha foi condenado a 22 anos de prisão por abusos a alunos

Jornal i 29/04/2019 15:03

Outros dez alunos denunciaram o docente, mas casos não foram a tribunal porque crimes já tinham prescrito

Um ex-professor de educação física no colégio dos Maristas Sants-Les Corts, em Barcelona, foi condenado a 21 anos e nove meses de prisão por abuso sexual a quatro alunos, cometidos entre 2006 e 2010.

Joaquin Benítez foi julgado pela secção 21 do Tribunal de Barcelona que o condenou a prisão efetiva. Os magistrados atribuíram ainda às vítimas uma indemnização de 120 mil euros.

Pelo menos outros dez alunos denunciaram abusos semelhantes, mas esses casos não foram a julgamento devido à prescrição dos crimes.

Segundo a imprensa espanhola, caberá à congregação religiosa a que o colégio pertence - Instituto dos Irmãos Maristas, com várias escolas espalhadas pelo mundo - pagar a indemnização às vítimas, pois apenas foi julgada a sua responsabilidade civil, apesar de Joaquin Benítez dito que os abusos eram encobertos por dirigentes do estebelecimento de ensino.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×