18/8/19
 
 
Dos aniversários às polémicas. Família real, uma fonte sem fim

Dos aniversários às polémicas. Família real, uma fonte sem fim

DR Joana Marques Alves 24/04/2019 22:57

Aniversários duplos, acidentes de viação, adeus à carta de condução e traições fazem parte da ementa real.

Enquanto não há notícias do bebé de Harry e Meghan, não faltam razões para continuar a falar da família real. 
Primeiro, há que felicitar todos os que fazem anos. Ontem, o filho novo de Kate e William celebrou o primeiro aniversário. Dois dias antes, foi a vez da Rainha soprar as velas – Isabel II celebrou o 93.º aniversário no passado dia 21. Mas sabia que a Rainha tem duas datas de aniversário? Esta informação foi partilhada pela própria Casa Real no Instagram, para assinalar esta data especial. Além do dia 21 de abril, dia em que Isabel Alexandra Maria nasceu, a Rainha comemora um segundo aniversário, no segundo sábado de junho, com celebrações públicas. 

Esta tradição começou há 250 anos, com o Rei Jorge II. O monarca nasceu em novembro, altura em que as condições meteorológicas não são as melhores em Inglaterra. O Rei achou que aquela não era a melhor altura para realizar as comemorações públicas do seu aniversário e decidiu adiar a parada militar para junho, na esperança que estivesse bom tempo. 

Príncipe Filipe regressa à estrada (privada) Outro história que tem dado muito que falar é a carta de condução do príncipe Filipe. O marido de Isabel II entregou a licença depois de ter estado envolvido num acidente de carro, em janeiro. De acordo com a imprensa, o duque de Edimburgo, de 97 anos, chocou com outro carro perto de Sandringham, propriedade da Casa Real em Norfolk. O príncipe não sofreu ferimentos graves. Segundo o Palácio de Buckingham, Filipe decidiu entregar “de livre vontade” a sua carta de condução.

Mas parece que o duque de Edimburgo não se aguenta muito tempo sem pegar no carro: imagens captadas no início desta semana mostram Filipe, que desde o início do ano se retirou da vida pública e dos eventos oficiais, a conduzir o seu Land Rover junto ao Castelo de Windsor. Apesar de já não ter carta de condução, o marido de Isabel II pode conduzir dentro de propriedades privadas.

No início deste mês, também Isabel II decidiu deixar de guiar em estradas públicas – a monarca era a única que tinha autorização para o fazer sem carta de condução. De acordo com o Times, a sugestão de deixar de guiar nas vias públicas partiu dos seus seguranças. Tal como o marido, a Rainha continua a dar os seus passeio de jeep nas suas propriedades privadas.

Mais um escândalo E quando parecia estar tudo mais tranquilo, eis que surge mais uma polémica com um membro da família real. No final de março, a imprensa cor-de-rosa revelou que o príncipe William foi apanhado a trair Kate Middleton com uma das suas grandes amigas, Rose Hanbury, que é casada com David Rocksavage, marquês de Cholmondeley.
Os dois casais costumavam passar muito tempo juntos, mas, por razões desconhecidas, Kate e Rose afastaram-se de repente. Alguns jornais dizem que, já na altura, a duquesa suspeitava de um possível romance entre o duque de Cambridge e a ex-melhor amiga de Kate.

Agora, o jornalThe Sun revelou fotografias que mostram duas pessoas aos beijos. A publicação assegura que os dois indivíduos são William e Rose. Não houve qualquer reação por parte da Casa Real e Kate parece estar demasiado ocupada com o aniversário de Louis para dar azo a polémicas. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×