26/5/19
 
 
Marcelo Rebelo de Sousa orgulha-se de poder andar 'à vontade' em Portugal

Marcelo Rebelo de Sousa orgulha-se de poder andar 'à vontade' em Portugal

Bruno Gonçalves Jornal i 24/04/2019 22:16

"Gratidão, memória e esperança"

Esta quarta-feira realizou-se o jantar comemorativo da "Revolução dos Cravos", promovido pela Associação 25 de Abril, na Estufa Fria, em Lisboa. Num discurso durante o evento, Marcelo Rebelo de Sousa elogiou o caráter pacífico da democracia em Portugal, dizendo ter orgulho em ser Presidente da República de um país onde pode andar à vontade.

"Gratidão, memória e esperança". Estas foram as três palavras escolhidas por Marcelo Rebelo de Sousa para definir a Revolução.

Durante a sua intervenção, disse ser “um Presidente da República que se orgulha de poder andar em Portugal, com a liberdade, com um à-vontade que não há em muitos países e que [por isso] é admirado por cidadãos vindos de todos os países do mundo".

Além dos elogios, o Presidente, citado pela Lusa, deixou ainda alguns avisos. "Não há democracia adquirida, não há liberdade adquirida, não há justiça social adquirida e não há solidariedade social adquirida. Temos de construir isto e muito a pensar no futuro, a pensar nos nossos filhos e netos. Abril nasceu para o Portugal do futuro".

Por fim, Marcelo Rebelo de Sousa declarou sentir "gratidão" por, enquanto jovem, ter passado a ter uma "imprensa livre". O Presidente disse ainda sentir-se grato por ter podido ser professor de uma “universidade aberta”, num país que se abriu “ao mundo”, com um Estado que “rejeita a xenofobia”.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×