17/8/19
 
 
Pequeno rasgo em raspadinha "rouba" dez mil euros a apostadora

Pequeno rasgo em raspadinha "rouba" dez mil euros a apostadora

DR Jornal i 24/04/2019 16:48

A mulher, de 57 anos, alega que todas as letras estavam legíveis e que o rasgão tinha apenas três centímetros

Uma mulher ganhou 10 mil euros numa raspadinha, em Guimarães. No entanto, o Departamento de Jogos da Santa Casa recusa-se a pagar o prémio, uma vez que o bilhete está rasgado.

De acordo com o Jornal de Notícias, Maria Freitas comprou várias raspadinhas num quiosque da cidade em fevereiro deste ano. Ainda no local, raspou uma delas e com os cinco euros que ganhou decidiu pedir uma “Moedas da Sorte”.

Já em casa, quando ia raspar o bilhete, reparou num pequeno rasgão no seu canto superior, devido ao facto de ter colocado a raspadinha na mala. Ainda assim, Maria raspou o bilhete, que tinha um prémio de dez mil euros. No entanto, quando foi levantar o prémio no Departamento de Jogos da Santa Casa, este foi-lhe recusado, uma vez que o bilhete violava o regulamento devido ao rasgão.

Depois de reclamar para o júri da Santa Casa, uma resposta de indeferimento chegou na última semana.

"Era mesmo uma coisinha de nada, fiquei com aquela expectativa. Agora é que recebi a informação. Andei com muitas dores de cabeça, cheguei a dizer que me matava. É chato porque é uma deceção muito grande", disse Maria, em declarações ao mesmo jornal.

A mulher, de 57 anos, alega que todas as letras estavam legíveis e que o rasgão tinha apenas três centímetros.

Segundo o artigo nove do regulamento da Lotaria Instantânea, citado pelo Jornal de Notícias, “não serão pagos” os bilhetes físicos "que não reúnam as condições": serem legíveis, não estarem mutilados, não estarem deteriorados ou defeituosos, não se encontrarem alterados, estar intacta a zona “não raspar” e manterem intacto o código de barras.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×