19/10/19
 
 
Eurostat confirma défice mais baixo de sempre

Eurostat confirma défice mais baixo de sempre

Daniela Soares Ferreira 23/04/2019 19:16

Dados revelam ainda que Portugal registou a terceira maior dívida pública da União Europeia em 2018, ao atingir 121,5% do PIB.

O Eurostat  confirmou ontem que Portugal alcançou, em 2018, o défice público mais baixo da democracia, nos 0,5% do PIB, confirmando assim o número que tinha sido avançado pelo Instituto Nacional de Estatística. Este valor está abaixo dos 0,6% previstos pelo Governo e bem longe dos 3% verificados em 2017 por causa da contabilização da operação de recapitalização da Caixa Geral de Depósitos – caso contrário, segundo Mário Centeno teria ficado pelos 0,9% do PIB.
Mas apesar de estes valores serem um recorde para o nosso país, o valor do défice em Portugal é igual ao da média da zona euro: 0,5%. Ainda assim, é o mais baixo entre os 10 membros da zona euro que registaram saldos negativos em 2018.
O gabinete de estatísticas da União Europeia confirmou ainda que o défice das Administrações Públicas atingiu, no ano passado, 913 milhões de euros.
Os dados revelam também que tanto o défice como a dívida pública na zona euro e na União Europeia baixaram em relação ao ano anterior. No final do ano passado, Portugal era o terceiro país da União Europeia com a maior dívida pública ao atingir 121,5% do Produto Interno Bruto (PIB). O valor significa uma dívida pública superior a 60% do PIB. À frente ficaram apenas dois países: Grécia (181,1%) e Itália (132,2%).
Para este ano, a meta do Governo português é reduzir o défice para 0,2% do PIB e a dívida para os 118,6% do PIB.

Na zona euro No ano passado, Luxemburgo (+ 2,4%), Bulgária e Malta (ambos + 2,0%), Alemanha (+ 1,7%), Países Baixos (+ 1,5%), Grécia (+ 1,1%), República Checa e Suécia (ambos + 0,9%), Lituânia e Eslovénia (ambos + 0,7%), Dinamarca (+ 0,5%), Croácia (+ 0,2%) e Áustria (+ 0,1%) registaram um excedente orçamental, enquanto a Irlanda conseguiu um saldo equilibrado. Os dados mostram ainda que dois estados-membros tinham défices iguais ou superiores a 3% do PIB: Roménia (-3,0%) e Chipre (-4,8%).
No final de 2018, os rácios mais baixos da dívida pública em relação ao PIB foram registados na Estónia (8,4%), Luxemburgo (21,4%), Bulgária (22,6%),  Dinamarca (34,1%) e Lituânia (34,2%). 
O Eurostat informou ainda que, além de Portugal, mais 13 estados-membros tinham rácios da dívida pública superiores a 60% do PIB, com os mais elevados registados na Grécia (181,1%), Itália (132,2%), Chipre (102,5%), Bélgica (102,0%), França (98,4%) e Espanha (97,1%). 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×