20/10/19
 
 
66% das 100 maiores marcas de bens de luxo aumentam vendas

66% das 100 maiores marcas de bens de luxo aumentam vendas

Dreamstime Joana Marques Alves 23/04/2019 11:31

Estudo realizado pela Deloitte

As 100 maiores empresas de bens de luxo do mundo geraram 247 mil milhões de dólares (cerca de 219 mil milhões de euros) em receitas no ano fiscal de 2017. Este valor representa um crescimento de 10,8% face ao ano anterior.

Segundo o estudo de 2019 da Deloitte Global Powers of Luxury Goods, 66% das empresas registaram um aumento das vendas, “com praticamente metade a reportar um crescimento anual de dois dígitos”.

O top 10 das 100 maiores empresas neste ramo foi responsável por quase metade (48,2%) do total de vendas. LVMH, Estée Lauder e Richemont continuam a ocupar os três primeiros lugares do ranking.

“O segmento de cosméticos e fragrâncias foi o que registou o melhor desempenho no ano fiscal de 2017, respondendo por 16,1% do aumento de vendas”, revela o estudo.

Quanto aos países onde estas empresas encontram, 88 das 100 maiores estão sediadas em nove países. “As maiores empresas estão em França, com dimensão média de 8,3 mil milhões de dólares, um valor muito superior à média do Top 100 – 2,5 mil milhões de dólares. França foi também o país que registou o melhor desempenho, com 18,7% do aumento de vendas composto de artigos de luxo em 2017, e ainda o que mais contribuiu para o total de vendas reportado pelas 100 maiores empresas de bens de luxo. Itália é o país com maior número de empresas presentes nesta lista (24), mas foi o que registou a taxa de crescimento mais baixa”, refere o mesmo documento.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×