19/7/19
 
 
Otelo sem “confiança” nos partidos da esquerda

Otelo sem “confiança” nos partidos da esquerda

Jornal i 21/04/2019 18:38

A poucos dias de comemorar o 45.º aniversário da Revolução de Abril, o antigo militar e capitão foi convidado do último programa "Governo Sombra" e aproveitou para voltar a defender a democracia direta

O capitão que planeou e comandou a Revolução de Abril confessa que exerce o direito ao voto mas que costuma optar pela abstenção porque não consegue acreditar em nenhum partido político da atualidade. “Interessar-me-ia um partido de esquerda, mas os partidos de esquerda que aparecem também não me dão grande confiança para que possa votar neles”, disse o antigo militar durante o último programa do Governo Sombra.

 A poucos dias da comemoração do 45.º aniversário do 25 de Abril, Otelo Saraiva aproveitou ainda a ocasião para voltar a defender a democracia direta considerando que esse seria o regime “formidável”.

De acordo com a TSF, o antigo militar contou que "após a explosão de liberdade, (...) o povo veio demonstrar, através de assembleias populares que foram surgindo em toda a parte, uma capacidade notável, um dinamismo ótimo, uma inteligência apurada, e um sentido de participação ativa na vida política do país". E para Otelo Saraiva foi esse "dinamismo, essa capacidade do povo, que durante quase meio século tinha ficado perfeitamente submetido a uma ditadura", que levou o povo a "mudar agulhas".

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×