18/8/19
 
 
40ª Rampa Internacional da Falperra já mexe

40ª Rampa Internacional da Falperra já mexe

Joaquim Gomes 21/04/2019 09:35

A apenas três semanas da sua realização, a 40ª Rampa Internacional da Falperra já mexe nos meios automobilísticos europeus, estando confirmadas as presenças dos cinco pilotos candidatos ao pódio absoluto, os italianos Simone Faggioli e Christian Merli, a disputar entre si o primeiro lugar, ainda com três concorrentes a pensar no terceiro posto, o francês Sébastien Petit, o italiano Diego Dega Degasperi e o luxemburguês Guy Demuth, porque o francês Geoffrey Schatz não competirá, este ano, depois da avaria do turbo, em França.

Simone Faggioli é o piloto que ostenta mais vitórias absolutas na Rampa Internacional da Falperra, ao todo seis, mais uma que o espanhol Andrés Vilariño, mas é Christian Merli que desde 2018 detém o recorde de pista, com o tempo de 1:47.890, obtido com um Osella FA 30, tendo batido assim o anterior recorde, que era do seu compatriota Simone Faggioli, em 2017, este por sua vez ao volante de um Norma M20FC, com uma diferença de 0,472s.

Entre os pilotos portugueses, a luta pelos primeiros lugares envolverá pelo menos Hélder Silva, João Fonseca, Joaquim Rino, José Correia e Nuno Guimarães, quanto aos veículos protótipos e outros monolugares, pois Rui Ramalho não correrá agora no Campeonato de Portugal de Montanha JC Group 2019, desconhecendo-se se Carlos Vieira, que em 2018 correu na Falperra, com um Norma M20FC, participará na edição deste ano, aguardando a eventual renovação da licença, pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), depois do acidente sofrido o ano passado, no Rali Vidreiro, na Marinha Grande. 

Este ano, a prova designar-se-á Altice 40ª Rampa Internacional da Falperra, por ser aquela operadora de telecomunicações a principal patrocinadora, até porque graças à parceria tecnológica com a Altice, a competição será transmitida em direito pela CMTV, sábado e domingo, retomando-se assim as transmissões televisivas, depois do hiato com a RTP2.

Este ano haverá ainda mais zonas demarcadas destinadas ao público, o que vai melhorar as condições de segurança, já que as pessoas estarão mais bem colocadas, sendo que está prevista muita gente à Rampa da Falperra, em Braga, onde costumam afluir cerca de 200 mil espetadores, levando uma vez mais a uma operação de policiamento conjunto da GNR e da PSP, naquela que será a décima consecutivamente organizada pelo Clube Automóvel do Minho (CAM), com a sede em Braga, que recentemente festejou o seu 50º aniversário.

As verificações técnicas serão no Altice Forum Braga e o piso estará melhor graças a um acordo, entre o CAM e a empresa Infraestuturas de Portugal, pelo que estará mais limpo e seguro todo o traçado da prova, de cinco quilómetros e 200 metros, ao longo da EN309.

Homenagem a Paulo Ramalho

O primeiro dia da competição, 11 de maio, um sábado, será aproveitado para homenagear o piloto portuense Paulo Ramalho, por iniciativa da Associação Portuguesa de Pilotos de Automóveis de Montanha (APPAM), com o apoio da JC Group, depois de autorização da Câmara Municipal de Braga para designar Chicane Paulo Ramalho a atual Chicane do Autocarro, sita entre a Curva do Zé do Telhado e a Reta das Taipas, na Rampa da Falperra.

Este ano outra novidade é o Troféu Fans Cup, instituído pelo grupo Portugal Hill Climb Fans, de harmonia com a Associação Portuguesa dos Pilotos de Automóveis de Montanha (APPAM), que em todas as oito rampas do campeonato português premiará o piloto mais regular, mas também em grande velocidade, tendo sido atribuído já na Rampa da Penha

Paisagem Protegida, de Guimarães, na primeira jornada, o prémio ao piloto Paulo Pereira.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×