18/8/19
 
 
Jovem ficou com danos neurológicos após ter sido diagnosticado com uma doneça menos grave

Jovem ficou com danos neurológicos após ter sido diagnosticado com uma doneça menos grave

Dreamstime Jornal i 20/04/2019 18:19

Jovem foi três vezes às urgências daquele hospital

Um jovem de 25 anos ficou com danos neurológicos depois de ter ido três vezes às urgências do Hospital Universitário Infanta Leonor, em Madrid, Espanha, e ter sido diagnosticado com uma doença menos grave.

Segundo conta o jornal El Periódico, o jovem sofria com várias doenças que para serem tratadas necessitavam de um anticoagulante. A primeira vez que o jovem se dirigiu ao hospital foi a 25 de junho de 2015. O jovem queixava-se de dores de cabeça, tonturas e mal-estar. Foi submetido a vários testes, mas acabou por ter alta.

A 5 de julho estava a voltar ao hospital. Desta vez queixava-se de tonturas, fraqueza nos membros inferiores, náuseas e fadiga. Contudo, voltou a não ser encontrada uma causa para os sintomas e este voltou a ter alta.

Em agosto, o jovem regressa ao hospital pela terceira vez. desta vez tinha perdido a sensibilidade nas pernas e incontinência. Desta vez é diagnosticado com uma trombose renal.

Dada a gravidade da situação, o jovem teve de ser transferido para outro hospital, onde foi alvo de várias intervenções cirúrgicas ao cérebro e à coluna vertebral. Teve de ficar internado até fevereiro de 2016 e fez um ano de reabilitação.

O jovem acabou por apresentar queixa contra o hospital. A defesa do jovem pediu uma indemnização no valor de mais de 978 mil de euros, alegando que houve uma má gestão no tratamento do seu cliente e que isso lhe trouxe danos para o resto da sua vida. Contudo, acabou por aceitar uma indemnização no valor de 400 mil euros, revela o jornal El Periódico.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×