19/9/19
 
 
Bombas cheias de condutores mas sem combustível

Bombas cheias de condutores mas sem combustível

Miguel Silva Jornal i 16/04/2019 17:13

Alarme da greve lança o caos nos condutores que seguem em procissão para os postos de abastecimento

A greve dos motoristas de matérias perigosas já levou ao cancelamento e ao desvio de voos dos aeroportos portugueses, além de ter encerrado postos de abastecimento na grande Lisboa.

De resto, nas bombas da zona da capital onde ainda há combustível, há longas de filas de carros à espera para abastecer.

No posto da BP do IC19 havia há momentos pelo menos uma hora de espera para abastecer, o que poderá significar que a gasolina e o gasóleo que ainda existem não chegarão para ‘alimentar’ todas as viaturas.

Na zona de Xabregas, também é possível verificar que dezenas de carros esperam pela sua vez para abastecer na BP, e que o mesmo acontece na Repsol perto da Marina do Parque das Nações.

Na A5 há também já longas filas de carros para apanhar a última gosta de combustível.

Pior sorte teve quem se deslocou à Galp da Avenida Gago Coutinho, ou à Prio do Bairro de São Miguel que encontrou os postos encerrados.

De Leiria também já chegaram informações de que há constrangimentos nos postos.

O próprio ministro-Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira reconheceu o "estado crítico" dos postos de abastecimento, acusando os motoristas em greve de não estarem a cumprir os serviços mínimos.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×