25/6/19
 
 
“O perigo foi afastado. A questão agora é saber como é que a estrutura vai resistir ao incêndio”

“O perigo foi afastado. A questão agora é saber como é que a estrutura vai resistir ao incêndio”

AFP Jornal i 16/04/2019 09:17

O Secretário de Estado do interior francês, Laurent Nunez, disse hoje que agora há uma apenas uma questão importante a considerar: como é que o edifício vai resistir ao incêndio desta segunda-feira.

 "O perigo do fogo já foi afastado, a questão agora é o edifício: como é que a estrutura vai resistir ao incêndio da noite passada", declarou Laurent Nuñez à imprensa na manhã desta terça-feira.

"Haverá, portanto, uma reunião com especialistas e arquitetos para tentar determinar se a estrutura é estável, e se os bombeiros podem permanecer dentro do edifício para continuar a missão", explicou.

Recorde-se que no combate às chamas na Catedral estiveram envolvidos cerca de 400 durante quase 12 horas.

As chamas destruíram um dos edifícios mais icónicos de Paris e mais visitado em toda a Europa, tendo a torre desabado por completo.

O incêndio começou ontem cerca das 18h50 (17h50 em Lisboa) e, em poucas horas, grande parte do telhado ficou reduzida a cinzas.

"O telhado inteiro está danificado, toda a estrutura ficou destruída, parte da abóboda caiu", disse hoje o porta-voz do Corpo dos Bombeiros da capital francesa, Gabriel Plus, acrescentando que, ainda assim, "os dois campanários foram salvos", bem como "todas as obras de arte" que se encontram no interior da Catedral.

Foi aberto um inquérito para apurar as circunstâncias do incêndio.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×