16/6/19
 
 
Presidente da República da Guiné Equatorial acredita na aprovação do fim da pena de morte

Presidente da República da Guiné Equatorial acredita na aprovação do fim da pena de morte

Paulo Novais/Lusa Jornal i 15/04/2019 17:45

Teodoro Obiang disse esta segunda-feira, em Cabo Verde, que a abolição da pena de morte deverá ser aprovada, mas que não é “preciso pressa”

Em declarações à imprensa no final de um encontro com o chefe de Estado cabo-verdiano, Teodoro Obiang Nguema afirmou que a abolição da pena de morte foi um dos temas abordados no diálogo entre os dois Presidentes.

"Aceitámos, evidentemente, abolir a pena de morte", declarou Obiang, citado pela agência Lusa, revelando que a maioria parlamentar, do seu partido, "vai aprovar essa disposição", mas ressalvou que "não é preciso pressa”, explicando a necessidade de “atuar dentro de um processo político que satisfaça as duas partes".

Ao assumir a presidência da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Cabo Verde exigiu o fim da pena de morte como requisito para a Guiné Equatorial poder fazer parte da organização.

No processo de adesão, o país comprometeu-se a abolir a pena de morte, tornar o português língua oficial e promover o ensino do idioma em todo o país, mas de acordo com alguns analistas, apenas a elevação formal do português a língua oficial do país foi cumprida.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×