24/7/21
 
 
Portugal acolhe 10 dos 64 migrantes recusados por Malta

Portugal acolhe 10 dos 64 migrantes recusados por Malta

AFP Jornal i 13/04/2019 16:25

Os restantes migrantes serão divididos entre a Alemanha, França e Luxemburgo

Portugal vai acolher 10 dos 64 migrantes a bordo do navio "Alan Kurdi", que estão presos há 10 dias no Mediterrâneo, após tanto Itáia como Malta terem recusado que o navio pudesse atracar nos seus portos. Os restantes migrantes serão divididos pela Alemanha, França e Luxemburgo, noticiou a agência Lusa.

Os 50 homens, 12 mulheres e 2 crianças foram resgatados no mar da Líbia, pela organização humanitária alemã Sea-Eye, que durante estes dias apelaram a Malta e a Itália para que autorizassem o desembarque, dado que o navio estava sem comida nem água, mas sem sucesso. As autoridades maltesas tentaram justificar a decisão alegando que o salvamento de migrantes encoraja o tráfico humano, uma acusação que já foi feita por diversos países europeus contra uma série ativistas e de organizações humanitárias.

Não é a primeira vez que países europeus recusam receber pessoas resgatadas, tendo morrido já milhares de migrantes nas águas do mediterrâneo nos últimos anos, enquanto tentavam escapar a conflitos ou simplesmente pretendiam uma vida melhor. Ainda em janeiro deste ano dois barcos com quase 50 pessoas estiveram presos na costa de Malta durante semanas. 

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×