18/8/19
 
 
Laços de família. Primo de secretário de Estado demite-se

Laços de família. Primo de secretário de Estado demite-se

Mafalda Gomes Cristina Rita 03/04/2019 16:58

Primeira baixa no Governo por causa de relações familiares ocorreu no Ministério do Ambiente e o ministro não sabia da relação familiar entre primo e secretário de Estado do Ambiente.

A polémica sobre as relações familiares no Governo socialista tem mais um episódio, desta vez com consequências: há uma demissão.

O secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, nomeou em outubro de 2018 Armindo dos Santos Alves para adjunto do seu gabinete. A nomeação consta do site do Governo. Ora, Armindo Alves é primo do secretário de Estado e o ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, não sabia. Como consequência, o adjunto pediu a demissão e, a partir desta quarta-feira, deixa de trabalho no Governo. A notícia foi avançada pelo Observador.

Contactado pelo i, o Ministério do Ambiente confirmou oficialmente que de facto existe uma relação familiar entre o adjunto e o secretário de Estado. "É primo", refere a mesma fonte. Mais, o ministro do Ambiente "não sabia desta relação familiar" até terça-feira, altura em que foi confrontado pelo Observador. Como consequência, Armindo Alves apresentou a demissão e já não está a trabalhar no gabinete.

Ora, o primeiro-ministro tem procurado desvalorizar a polémica sobre as nomeações de familiares no Governo, mas com um senão: se alguém nomear um familiar seu para o próprio gabinete, então, aí sim, existe uma "questão de Ética". E foi isso que aconteceu no Ministério do Ambiente.

O adjunto regressa agora ao lugar de origem na Câmara Municipal de Loures. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×