23/8/19
 
 
Cristas contra PS por usar Estado como "grande casa para acomodar a família"

Cristas contra PS por usar Estado como "grande casa para acomodar a família"

30/03/2019 21:19

A líder do CDS-PP diz que o seu partido é a "única escolha possível" para quem vota na direita. E acusa PS de usar Estado para "acomodar a família".

A líder do CDS-PP, Assunção Cristas, voltou a atacar o Governo pelos laços de família nas nomeações e assegurou que os centristas são a "única escolha possível" para quem vota na direita. 

No encerramento da iniciativa "Ouvir Portugal", uma espécie de estados gerais do CDS, Cristas voltou este sábado a explorar as polémicas sobre as nomeações e os laços de família no Govermo. "Rejeitamos uma visão, a que vimos assistindo nestes anos de socialismo, de que o Estado é uma grande casa para acomodar a família. Nós rejeitamos. O Estado não é dos partidos, não pode ser dos partidos e é por isso que nos levantamos por uma alternativa de direita em Portugal", afirmou Assunção Cristas, citada pela Lusa.

Horas antes numa entrevista à TSF e ao Dinheiro Vivo, o primeiro-ministro insistiu que não vê qualquer incompatibilidade nos laços de família do seu governo. "Nenhum dos meus ministros é casado com um banco", afirmou António Costa.

Na passada sexta-feira, o secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, explicou na SIC- Notícias que contabilizou dez pessoas com laços de família no Executivo, num universo de mais de 500 que colaboram com o governo do PS. Mais, assegurou que trabalha há cinco anos com a sua chefe de gabinete, mulher do ministro das Infraesturutas e Habitação, uma pessoa da sua confiança pessoal.

  

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×