5/4/20
 
 
Pingo Doce vai enviar cinco toneladas de produtos para Moçambique

Pingo Doce vai enviar cinco toneladas de produtos para Moçambique

Diana Tinoco Jornal i 22/03/2019 15:59

"O Pingo Doce está solidário com o povo moçambicano"

Depois da passagem do ciclone Idai, por Moçambique, muitas têm sido as ondas de solidariedade para com o país africano. Agora, a cadeia de supermercados Pingo Doce, do grupo Jerónimo Martins, anunciou que enviou cinco toneladas de produtos para todas as vítimas desta tragédia.

“Conscientes de que os bens alimentares são uma prioridade na ajuda às vítimas da tragédia em Moçambique, e solidários com todas as pessoas afetadas pelo ciclone Idai, o Grupo Jerónimo Martins e o Pingo Doce responderam de forma imediata ao apelo da Cruz Vermelha Portuguesa. Um total de 5 toneladas de alimentos como salsichas, grão e bolachas, e também sabão azul e branco, seguirá para Moçambique em dois aviões”, avança o Pingo Doce, num comunicado partilhado no site oficial da Internet, onde informa também que um dos aviões partiu esta sexta-feira e outro sairá de Portugal no próximo domingo.

“O ciclone 'Idai' é já considerado uma das maiores catástrofes climáticas no hemisfério sul, tendo destruído cerca de 90% da cidade da Beira, em Moçambique, e afetado mais de 600 mil pessoas. O Pingo Doce está solidário com o povo moçambicano e vai continuar a acompanhar atentamente a evolução da situação”, acrescenta a mesma nota.

Recorde-se que o último balanço oficial dava conta de 294 mortos,  após várias equipas de resgate terem encontrado cerca de 92 corpos em lugares destruidos. Só na província de Sofala foram descobertos 47 cadáveres.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×