19/7/19
 
 
Passos Coelho foi aumentado em 800 euros pelo ISCSP depois de passar a "tempo integral"

Passos Coelho foi aumentado em 800 euros pelo ISCSP depois de passar a "tempo integral"

João Girão Jornal i 14/03/2019 08:30

Antigo primeiro-ministro chegou à universidade pública em março

Foi em março de 2018, apenas um mês depois de deixar o PSD, que Pedro passos Coelho começou a dar aulas no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Em menos de um ano, em novembro, o antigo primeiro-ministro sofreu um aumento salarial de 800 euros.

A notícia é avançada pela revista SÁBADO, esta quarta-feira, que revela a adenda feita ao contrato de Pedro Passos Coelho. O antigo primeiro-ministro entrou no ISCSP com a categoria de “professor catedrático convidado” em regime de "tempo parcial (50%)”. A mesma revista escreve que Passos Coelho começou por ganhar 1.200 euros.

Em novembro houve uma alteração do regime contratual, passando do regime de “tempo parcial” para “tempo integral”. De acordo com a SÁBADO, a mudança salarial representa um aumento de 800 euros – 2.000 euros.

Até ao momento a Universidade não deu explicações.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×