14/10/19
 
 
Estudo revela que mais de metade dos portugueses têm dores que afetam o sono

Estudo revela que mais de metade dos portugueses têm dores que afetam o sono

Dreamstime Jornal i 13/03/2019 17:41

Em causa estão dores nas costas e no pescoço

Mais de metade dos portugueses têm dores que afetam o sono. Em causa estão sobretudo dores nas costas e no pescoço. A conclusão é de um estudo levado a cabo pela ‘Koala Rest’, uma marca portuguesa de colchões online, divulgado esta quarta-feira.

Em comunicado, a marca explica que para a realização da investigação foram inquiridos 457 portugueses, sendo que dois em cada três acordam sempre a meio da noite.

“Entre as principais condições prejudicais ao sono indicam as dores nas costas (29%) e dores no pescoço (27%) (...) O estudo revela ainda outro padrão: dois em cada três inquiridos acordam no meio da noite, sobretudo por idas à casa de banho (48%), ou em menor incidência, pelo calor (16%)”, refere a nota.

Mas as conclusões não ficam por aqui. O mesmo estudo revelou ainda que 19% dos inquiridos dormem menos de seis horas por noite e que 30% adormece com regularidade no sofá.

“Além da evidente preocupação dos portugueses com a qualidade do sono, existe outro fator unânime: a posição de dormir. Entre os entrevistados, 75% garante que dorme de lado, enquanto 14% dorme de barriga para baixo, e apenas 11% de costas”, acrescenta o comunicado.

Quanto a horários, mais de metade dos inquiridos (64%), deitam-se entre as 22 horas e a meia-noite.

O estudo em causa foi desenvolvido no passado mês de fevereiro.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×