6/12/19
 
 
Constituições de novas empresas aumentam 24% em fevereiro

Constituições de novas empresas aumentam 24% em fevereiro

Jornal i 07/03/2019 11:53

Já no que diz respeito ao total do ano, este resultado é inferior a 2016 e 2017, mas superior ao de 2018, com mais 34 insolvências

Fevereiro ficou marcado pela queda do número de insolvências em Portugal, menos cinco que no mesmo mês do ano passado. Quanto a novas empresas, o número aumentou 24%. 

De acordo com os dados divulgados pela Iberinform, foram 494 as empresas insolventes. Já no que diz respeito ao total do ano, este resultado é inferior a 2016 e 2017, mas superior ao de 2018, com mais 34 insolvências. 

"Por tipologia é de registar que, até final de fevereiro de 2019, as Declarações de Insolvência Requeridas (DIR) diminuíram 29,4%, com menos 78 ações registadas", explicou a empresa de análise. "As Declarações de Insolvência Apresentadas (DIA) pelas próprias empresas baixaram 12%, com menos 30 ações em relação a 2018, enquanto os encerramentos com Plano de Insolvência (PA) reduziram de 16 em 2018 para quatro até final de fevereiro de 2019 (-75%). As Declarações de Insolvência (DI), correspondentes ao encerramento de processos, aumentaram de 442 para 596 (+34,8%)", concluiu. 

Lisboa com 201 insolvências e o Porto com 257 são os distritos que ocupam o top. A capital regista uma diminuição de quase 25% enquanto o Porto aumentou perto de 30%. Vila Real registou um decréscimo no número de insolvências de 43,8% e a Horta o maior aumento, 200%.

"Os setores com diminuição no número de insolvências são: Eletricidade, Gás, Água (-66,7%), Indústria Extrativa (-50%), Construções e Obras Públicas (-10,1%), Comércio por Grosso (-9,8%) e Outros Serviços (-5,3%). Os aumentos surgem nas atividades de Telecomunicações (+100%), Transportes (+36,8%), Indústria Transformadora (+26,6%), Agricultura, Caça e Pesca (+25%), Comércio a Retalho (+8,4%) e Hotelaria e Restauração (+1,3%)", pode ler-se. 

Quanto às novas empresas, em fevereiro o número total passou de 3.769 para 4.668, um crescimento de 899. Os maiores aumentos foram registados em Lisboa, com mais 15% e no Porto com mais 24,4%. Apenas em Angra do Heroísmo houve um decréscimo no número de novas empresas de 31 para 27. 

"Com maiores variações surgem os setores de Transportes que evolui de 316 em 2018 para 743 em 2019 (aumento de 135,1%), Construção e Obras Públicas, de 960 para 1.445 em 2019 (+50,5%), Indústria Extrativa, com 14 novas constituições versus 10 em 2018 (+40%), Agricultura, Caça e Pesca, de 232 para 322 em 2019 (+38,8%) e Indústria Transformadora que aumenta de 526 para 675 em 2019 (+28,3%)", concluiu a Iberinform.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×