22/7/19
 
 
Marcelo prepara visita "de afetos" a Angola

Marcelo prepara visita "de afetos" a Angola

Cristina Rita 03/03/2019 20:42

Presidente da República chega a África na terça-feira, um dia antes da visita oficial, para participar no aniversário do seu homólogo João Lourenço

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, inicia na quarta-feira uma visita oficial a Angola que termina no dia 9 de março, a data em que completa três anos de mandato. À Lusa, o Chefe de Estado assegurou que se tratou de uma opção “intencional”, passar a data em Angola, um país onde já esteve vinte vezes. Mais, chegará um dia antes da visita oficial para participar no aniversário do seu homólogo João Lourenço. Que faz amanhã 65 anos.

A visita está a ser encarada em Angola como um “selar  da reaproximação política” entre os dois países, uma viagem de “afetos” do ‘Ti Célito’, como é apelidado o presidente da República naquele país africano.

“A presença de Marcelo Rebelo de Sousa entre nós está a gerar uma expectativa inusitada para situações semelhantes, porque ela representa o selar da reaproximação política entre as autoridades dos dois países”, escreveu ontem o diretor do Jornal de Angola, Vítor Silva, num artigo de opinião naquele jornal.

No mesmo artigo, não se esquecem, contudo, as feridas entre os dois países por causa do ‘ irritante’ processo judicial do ex-vice-presidente angolano Manuel Vicente. Com a transição do processo da justiça portuguesa para a angolana, o primeiro-ministro visitou Angola, o presidente angolano esteve em Portugal e, agora, é a vez de Marcelo Rebelo de Sousa retribuir a visita.

A importância da visita presidencial avalia-se também pela delegação de ministros e deputados que acompanham Marcelo Rebelo de Sousa.

O governo estará representado pelos ministros dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, e da Agricultura, Capoulas Santos, além da secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro. Do Parlamento deslocam-se a Angola três líderes parlamentares: Fernando Negrão (PSD), Nuno Magalhães,  ( CDS-PP) João Oliveira, (PCP). Esta é também a estreia do Bloco de Esquerda numa comitiva oficial a Angola, com a deputada Maria Manuel Rola.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×