02/12/2022
 
 
Tiros na zona da fronteira da Venezuela com o Brasil fazem um morto

Tiros na zona da fronteira da Venezuela com o Brasil fazem um morto

Jornal i 22/02/2019 15:32

Índios terão feito refém um comandante da Guarda Nacional Bolivariana

Uma pessoa morreu e várias ficaram feridas na vila venezuelana de San Francisco de Yuruaní ( Kumarakapay na língua nativa) que fica a cerca de 70 quilómetros da fronteira com o Brasil, fechada por ordem de Nicólas Maduro.

Os soldados e um grupo de civis pemones (indígenas), que tentava assegurar a passagem de ajuda humanitária para a Venezuela, envolveram-se num confronto que resultou na morte de pelo menos uma mulher, além de 15 feridos.

A jornalista colombiana da Rádio Caracol avançou no Twitter que os índios sequestraram o comandante geral da Guarda Nacional Bolivariana, José Miguel Montoya Rodríguez, após terem sido atacados a tiro.

Algumas fontes avançam que o incidente terá resultado na morte de duas pessoas e não de uma só. Ainda não há uma versão oficial do número de vítimas.

O autoproclamdo president interino da Venezuela, Juan Guaidó, reconhecido por vários países, já reagiu aos incidentes no Twitter, dizendo que os culpados “não ficarão impunes”.

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline