11/11/19
 
 
Movimento avança com processo-crime contra o Estado por falha nos incêndios de outubro de 2017

Movimento avança com processo-crime contra o Estado por falha nos incêndios de outubro de 2017

João Porfírio Jornal i 15/02/2019 17:59

O Movimento Associativo de Apoio às Vítimas de Midões (MAAVIM) vai avançar com um processo-crime contra o Estado por alegadas falhas na propagação do incêndio de 15 de outubro de 2017 e, consequentemente, na ajuda à popução.

“O MAAVIM está a instruir um processo para defesa de todos os lesados, contra a negligência do Estado e de quem falhou nos apoios às vítimas”, disse hoje à agência Lusa o porta-voz do movimento, Nuno Tavares Pereira.

De acordo com o responsável, em causa está o facto de “terem faltado as ajudas do Estado” e de os seus representantes “não terem atuado como deviam” para evitar e minimizar as consequências da tragédia.

A recolha de assinaturas “para juntar ao processo” vai dar-se no sábado, entre as 16h00 e as 20h00 em Midões.

“Exigimos que sejam identificados os culpados pela catástrofe ocorrida e que sejam responsabilizados”, diz Nuno Tavares.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×