22/9/19
 
 
EUA. Manafort mentiu ao FBI, deliberou juíza federal

EUA. Manafort mentiu ao FBI, deliberou juíza federal

Jornal i 14/02/2019 13:21

O antigo diretor de campanha de Donald Trump tinha feito um acordo em troca de redução de sentença

A juíza federal Amy Berman Jackson deliberou ontem que Paul Manafort, antigo chefe de campanha do então candidato republicano Donald Trump, mentiu intencionalmente aos agentes do FBI e ao procurador especial Robert Mueller.

Em causa estavam alegadas ligações entre a campanha de Trump e russos, numa interferência externa ao ato eleitoral de 2016. 

"[Deu] múltiplas declarações falsas ao FBI, ao OSC [escritório da procurador especial] e ao grande júri", afirmou a juíza federal. 

Manafort fez um acordo com as autoridades em troca de redução da sentença, depois de ter sido condenado em agosto por vários crimes financeiros. Com o acordo, deu-se culpado de conspiração e manipulação de testemunhas. 

Com esta decisão da juíza, o acordo fica sem efeito e Manafort pode enfrentar uma pena bastante mais dura. 

O antigo diretor de campanha de Trump foi o primeiro acusado por Mueller no âmbito da investigação à interferência russa. O procurador especial tem ainda de provar que Trump sabia e colaborou com os russos.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×