25/8/19
 
 
Rússia vai desligar-se da internet para testar segurança

Rússia vai desligar-se da internet para testar segurança

AFP Photo/Natalia Kolesnikova António Rodrigues 11/02/2019 19:55

Governo russo quer garantir que o país se defende de ataques

O governo russo está a considerar a possibilidade de desligar o país da internet global por um breve período para testar as suas defesas cibernéticas. Se assim acontecer, os dados partilhados por cidadãos e organizações dentro do país só ficarão disponíveis dentro da Rússia, não sendo acessíveis internacionalmente. O teste deverá acontecer algures até 1 de abril, mas nenhuma data concreta foi apresentada pelas autoridades, de acordo com a BBC. 

O ano passado, um projeto de lei foi apresentado no parlamento russo, o Programa Nacional de Economia Digital, que obriga os ISP russos a garantir que podem operar em caso de ataque de potências estrangeiras para isolar o país online.

A lei em discussão prevê que a Rússia construa a sua versão do servidor de endereços da internet, conhecido como DNS, para que continue a operar mesmo que as ligações internacionais sejam cortadas. Atualmente, o DNS está na mão de 12 organizações, nenhuma delas russa.

O objetivo final é que todo o tráfego doméstico de internet passe pela Rússia, filtrando o tráfego que chega de fora do país, algo que poderá permitir ao governo russo, além de criar um sistema de segurança que o defenda de ataques cibernéticos, montar um sistema de censura da internet, como a China tem atualmente.

A imprensa russa refere que o teste poderá provocar “uma grande perturbação” no tráfego da internet, até porque os provedores de internet, estando de acordo com o objetivo do projeto de lei, estão divididos em relação à forma de o concretizar. O governo vai pagar aos provedores para modificarem as suas infraestruturas com vista a levarem a cabo o redirecionamento da melhor forma.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×