15/10/19
 
 
PS quer proibir donativos anónimos no crowdfunding

PS quer proibir donativos anónimos no crowdfunding

Jornal i 07/02/2019 19:19

Em causa está o facto de os enfermeiros já terem angariado mais de 423 mil euros com crowdfunding para a greve cirúrgica. PS quer saber quem está a financiar 

O PS está a ponderar apresentar um projeto de lei para proibir donativos anónimos no crowdfunding, o método usado pelos enfermeiros para financiar a greve cirúrgica.

A posição foi transmitida pelo vice-presidente da bancada socialista João Paulo Correia, que referiu que é essencial saber “quem está e como está a financiar a greve”. Os enfermeiros já angariaram mais de 423 mil euros.

Interrogado sobre se admite que o setor privado da saúde possa estar a financiar esta greve, o socialista respondeu que “essa é uma interrogação que está na cabeça de todos os portugueses”.

Para que se obtenham as respostas, o vice-presidente da bancada do PS refere que é necessário tornar o sistema “mais transparente”. Para isso, o primeiro passo é dialogar com os outros partidos com assento parlamentar sobre a possibilidade de tornar os donativos anónimos proibidos.  

A polémica relacionada com o financiamento da greve dos enfermeiros levou Ana Rita Cavaco a lembrar que António Costa também usou um crowdfunding para obter dinheiro para a campanha para a Câmara de Lisboa, em 2013, angariando cerca de 3 500 euros. Contudo, ao consultar a plataforma usada pelo primeiro-ministro, conclui-se que não houve donativos anónimos. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×