25/6/19
 
 
PSP do Porto apreende quatro quilos de drogas duras no Bairro do Aleixo

PSP do Porto apreende quatro quilos de drogas duras no Bairro do Aleixo

Joaquim Gomes 07/02/2019 09:09

Uma das maiores buscas de sempre apanhou 100 mil euros em numerário

A PSP do Porto apreendeu quatro quilos de drogas duras, heroína e cocaína, que a preços de rua valeria cerca de centenas de milhares de euros, no Bairro do Aleixo, na cidade do Porto, durante uma das maiores operações de sempre naquele bairro social situado no alto da freguesia de Lordelo do Ouro, que incluiu buscas no Estabelecimento Prisional de Custóias, em Matosinhos.

Na operação foram realizadas 15 detenções, 43 buscas, apreendidas cerca de 39 mil doses individuais de estupefacientes, mais de cem mil euros em numerário e cinco automóveis.

O Dispositivo da Polícia de Segurança Pública do Comando Metropolitano do Porto, através da Divisão de Investigação Criminal desencadeou a operação policial de grande envergadura, com 43 buscas envolvendo cerca de 300 agentes, visando visou um conjunto alargado de indivíduos “que sempre através de forma organizada se dedicavam ao tráfico de estupefacientes na área do Grande Porto, segundo revelou o comissário Afonso Sousa, da PSP do Porto.

Segundo aquele mesmo oficial da Divisão de Investigação Criminal da PSP do Porto, os estupefacientes teriam como destino não só a Área Metropolitana do Porto, como também os distritos de Viana do Castelo, Braga, Vila Real, Bragança, Aveiro, Coimbra e Leiria, tratando-se de “um grupo muito ativo” principalmente o núcleo duro daquela organização criminosa agora desmantelada, que andava ser investigada há cerca de dois anos pela PSP.

A operação contemplou a realização de 43 buscas domiciliárias nas áreas do Porto, Vila Nova de Gaia, Freamunde e Custóias, de que resultaram apreendidas heroína suficiente para cerca de 31.870 doses individuais, cocaína que daria para cerca de 6.555 doses individuais, haxixe que bastava para cerca de 416 doses individuais, anfetaminas que renderiam mais de 120 doses individuais e liamba suficiente para cerca de 80 doses individuais, a par de 8.746 gr de produto de “corte” (que visa aumentar a quantidade das drogas duras, heroína e cocaína), 100 mil e 120 euros, cinco automóveis, duas pistolas de alarme e uma soqueira.

Dada a sua complexidade, a ação desenvolvida pela Divisão de Investigação Criminal contou com a colaboração da Unidade Especial de Polícia - Grupo de Operações Especiais (GOE), Corpo de Intervenção (CI) e Grupo Operacional Cinotécnico (GOC) - Equipas das Esquadras de Intervenção e Fiscalização Policial, assim como, contou com o apoio da Guarda Nacional Republicana na sua área de jurisdição.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×