22/3/19
 
 
“Os noivos querem o que veem”

“Os noivos querem o que veem”

DR Mariana Madrinha 06/01/2019 12:50

Susana Esteves Pinto é, provavelmente, uma das pessoas que mais percebe de casamentos do país. Dedica-se há oito anos ao blogue “Simplesmente Branco” e já publicou, juntamente com Maria João Soares, o livro “Queres Casar Comigo? - Guia Prático para um Casamento Muito Feliz” 

Quando começou o Simplesmente Branco? Porquê?

O Simplesmente Branco, está online desde 2010 e é o blog e diretório de referência no mercado do casamento em Portugal. Diariamente, apresentamos um conjunto selecionado dos melhores fornecedores, ideias frescas, informação relevante e conteúdos de qualidade. Fugimos dos serviços massificados, das infindáveis listas de contactos, dos tops e artigos vazios de significado: editamos apenas o melhor, o mais interessante, o mais criativo, o que tem qualidade, e o que é relevante e serve, de facto, o leitor e o fornecedor, sempre com foco na qualidade da escrita e na seleção cuidada de imagens. Inaugurámos esta bonita casa a 16 de maio de 2010 e desde esse primeiro dia, sem interrupção de publicações, fizemos um caminho valioso e inspirado: todos os dias mostramos o que de melhor se faz em Portugal; fomos impulsionadores de um mercado mais interessante, mais exigente, mais sabedor, mais criativo e aberto; partilhamos ideias frescas quotidianamente, fazemos sugestões inesperadas e deixamos por aqui bons conselhos para um final feliz. Criámos uma comunidade e uma linguagem, tudo isto sob o auspicioso nome e lema, “Simplesmente Branco: menos é mais”. Quando começámos, havia uma lacuna no mercado no que toca a uma visão mais contemporânea, romântica e leve, sobre este assunto de casar, e faltava uma casa que acolhesse projetos diferenciados, bem-feitos, mesmo que de pequena dimensão, personalizados, e que projetasse este modo de fazer e visão junto de um público cada vez mais sedento de outros formatos e de algo à sua imagem. Somos a casa para quem sonha com um casamento doce, repleto de estilo, à sua medida, partilhado com a família e amigos próximos. E somos, também, a casa para quem sabe fazer e o faz com gosto, com talento e competência. Acreditamos neste rendez-vous feliz e a nossa casa é onde o fazemos acontecer.

Para lá do trabalho de divulgação no blogue, que serviços oferecem?

Não prestamos serviços aos noivos e os nossos clientes são os fornecedores profissionais de serviços de casamento. Em termos práticos, somos um diretório selecionado de fornecedores de casamento, um blog de inspiração e uma plataforma comercial de comunicação, mas esta descrição não mostra a amplitude do que fazemos. Dito isto, para os noivos, é nossa missão oferecer inspiração fresca e bonita, e informação fundamental e fidedigna aos leitores mais exigentes, que acreditam que o seu casamento pode e deve ser um dia único e inteiramente desenhado à sua medida; guiá-los no caminho até ao mais bonito dos dias; garantir que encontram os fornecedores que são a sua cara-metade. Igualmente, para os profissionais, é a nossa missão identificar o talento e promovê-lo; ajudar os profissionais mais criativos e consistentes a crescer com a projeção que merecem, e acompanhá-los nessa viagem; garantir que encontram os clientes que são a sua cara-metade.

O que a atrai nos casamentos?

Gosto de coisas bonitas e foi uma evolução natural do meu percurso profissional, que passou pela criação de uma marca de convites de casamento, em 2004. Como fornecedora, sentia-me desenquadrada das opções comerciais que existiam, por isso decidi criar a minha própria “casa” e acolher os meus pares, com quem partilhava a mesma visão sobre este mercado.

Desde que começou a dedicar-se a este mundo, sente que o gosto/pedidos dos portugueses está muito diferente?

Pode dar exemplos de coisas que estavam na moda na altura e que agora estão completamente ultrapassadas?
Tudo mudou no mundo, e a uma velocidade cada vez mais vertiginosa. O universo digital teve um impacto imenso nas nossas vidas, de fio a pavio, e este setor não fica de fora. O Pinterest apareceu em 2011 e é o maior veículo de pesquisa e arquivo para noivas. As redes sociais, tal como as conhecemos e usamos hoje, por essa altura também ou mais tarde. O acesso que temos a imagens fantásticas e inspiradoras é totalmente democrático e esse impacto mudou tudo. Não se trata de uma questão de moda, trata-se de uma questão de acesso e de visibilidade. Os noivos querem o que veem, e o que veem, hoje em dia, é atualíssimo, está à vista a todo o momento, e a maior parte das vezes, tem uma qualidade e curadoria extremas. Tudo o que não acompanha este posicionamento, fica para trás.

Os clientes/noivos são cada vez mais exigentes com as empresas de fornecedores? Têm nascido muitos negócios nesta área?

Os noivos são cada vez mais informados (porque tudo está à vista e o acesso à informação está à distância de um click), mas isso não faz deles mais sabedores, porque o consumo é cada vez mais desatento, no que toca às “letras pequenas”. Por ser um mercado tão atrativo, com números que podem ser interessantes e com grande liberdade criativa, tem um grande poder de atração sobre as pessoas e têm surgido imensos projetos nos últimos anos.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×