22/3/19
 
 
Estónia. Uma visita ao melhor mercado de Natal da Europa

Estónia. Uma visita ao melhor mercado de Natal da Europa

Jornal i 26/12/2018 15:29

A capital da Estónia roubou o título de melhor mercado de Natal a Zagreb, que foi considerado o melhor durante três anos consecutivos   

 

O mercado de Natal de Tallinn, na Estónia, foi eleito o melhor mercado de Natal europeu deste ano, pela European Best Destinations. A votação, com mais de 200 mil participantes, tirou o título ao mercado de Zagreb, eleito anteriormente três vezes consecutivas, mas que este ano nem aparece no top 20.

O mercado natalício de Tallinn estará em funcionamento de 16 de novembro até 7 de janeiro. É descrito como um evento a não perder, pelo seu aconchego, respeito às tradições e localização histórica, entre os edifícios medievais muito bem preservados da praça da Câmara Municipal.

A cidade está por esta altura envolta num manto de neve e o caminho para o centro da cidade passa por ruelas estreitas, onde velas acesas marcam a entrada de tavernas, convidando os visitantes a um copo de vinho quente e especiarias. 

As luzes, decorações e árvores de Natal vão-se tornando mais numerosas à medida que os visitantes se aproximam do mercado, criando um ambiente considerado por muitos visitantes digno de um conto de fadas.

 O centro da praça da Câmara Municipal terá sido um dos primeiros locais do mundo a albergar uma árvore de Natal, segundo o historiador Jüri Kuuskemma, que encontrou registos da prática desde 1441. Inicialmente, a prática seria uma espécie de rito de passagem, onde os jovens solteiros da cidade dançavam à volta da árvore.

Lendas locais reclamam que terá sido ali que se terá iniciado a tradição da árvore de Natal, que depois se popularizou por todo o mundo, e se tornou uma parte integrante desta época festiva. Para alguns estónios, a árvore de Natal é uma única verdadeira árvore, escolhendo inclusive não montar uma em casa.

 A pretensão de ter a primeira árvore de Natal pública é disputada pela cidade de Riga, na Letónia, que também reclama a honra de ter começado a tradição.

 Todos os anos há um concurso para decidir qual a é a árvore mais bonita, sendo a vencedora escolhida para ficar no centro da cidade, e decorada com 5000 luzes mais pequenas, 2500 luzes maiores, 50 faixas de LED, e 50 corações iluminados, numa demonstração surpreendente de iluminação. 

A tradição secular árvore de Natal no centro da cidade continua a ser um chamariz para os visitantes, mas o mercado tem muitos mais pontos de interesse para todas as idades. Os mais pequenos podem divertir-se nos carrosséis natalícios, e com uma programação variada de espetáculos e animação. Mas o que geralmente é referido como deixando as crianças encantadas é o Pai Natal, que recebe os mais pequenos na sua casa.

Enquanto as crianças se divertem, os pais também têm com que se entreter, com uma oferta variada de produtos 

 Nas barraquinhas do mercado, comerciantes locais proporcionam pratos da cozinha natalícia da Estónia. Os visitantes podem aquecer-se com bolinhos de gengibre acabados de fazer e bebidas natalícias bem quentes, entre outros petiscos típicos da época, como estufados, morcelas caseiras e chucrute (uma conserva de repolho muito apreciada na região). 

A comida tem uma importância particular no Natal para os locais, dado que antigamente, na Estónia, a ceia da véspera de Natal marcava o fim do jejum natalício que se praticava na altura. Dizia a tradição que se devia comer nove ou doze porções de comida, para garantir boa sorte no ano seguinte. 

O mercado de Tallinn também é considerado um excelente local para comprar prendas artesanais para oferecer no Natal. Os produtos de artesãos locais são expostos na muitas barraquinhas da feira, que é um dos maiores eventos de venda de artesanato do país. 

A cidade de Tallinn tem se afirmado cada vez mais como um destino turístico procurado. Este ano, para além da distinção de melhor mercado de Natal atribuída pela European Best Destinations, a cidade foi distinguida pela Lonely Planet’s Best in Travel como a melhor cidade do mundo para visitar em 2018, no que toca à relação preço/qualidade.

O popular website descreveu a cidade como “Compacta, na moda e com muito valor”, O website sugeriu ainda que se explore “uma das mais encantadoras cidades históricas do Leste Europeu”.

Outros natais

Budapeste

O mercado de Natal da capital húngara foi considerado o segundo melhor da Europa. É organizado pela associação nacional de artistas “folk”. Vende artesanato certificado, e tem uma pista de gelo. 

Estrasburgo

O ano em que foi escolhido como o terceiro melhor mercado de Natal da Europa, foi também o ano em que sofreu um atentado que causou cinco mortos. O mercado foi entretanto reaberto.

Málaga

Para quem não gosta de frio e neve, a cidade espanhola é o ideal, com sol, praia e cultura. Foi eleita o melhor mercado de Natal soalheiro da Europa, e ficou em oitavo nas mais bonitas iluminações de Natal.

Colmar

As iluminações da cidade francesa foram eleitas as mais bonitas da Europa. Junto com suas casas coloridas, em parte feitas de madeira. A cidade parece saída das oficinas do Pai Natal.

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×