18/9/19
 
 
Kevin Spacey vai ser acusado de agressão sexual: “sei o que vocês querem”
Em menos de 24 horas, o vídeo publicado pelo ator ultrapassou os 5 milhões de visualizações

Kevin Spacey vai ser acusado de agressão sexual: “sei o que vocês querem”

Em menos de 24 horas, o vídeo publicado pelo ator ultrapassou os 5 milhões de visualizações AFP Laura Ramires 25/12/2018 19:45

O ator ficou esta segunda-feira a saber que será formalmente acusado por alegadamente ter agredido sexualmente um jovem num restaurante em Massachusetts. Já reagiu através de um vídeo publicado no Youtube.

Até esta terça-feira, a última publicação que podia ser encontrada nas redes socias do ator Kevin Spacey remontava a outubro de 2017. O post era uma mensagem com um pedido de desculpas a Anthony Rapp, seu colega de profissão que, naquela altura, tornou-se a primeira pessoa a acusar o reconhecido ator norte-americano de assédio sexual. A denúncia, recorde-se, teve efeitos imediatos: KevinSpacey foi imediatamente afastado da famosa série “House of Cards”, tendo, também, admitido pela primeira vez em público a sua homossexualidade. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Kevin Spacey (@kevinspacey) on

Foi precisamente no nome de Frank Underwood, personagem que interpretava na série americana, que o ator reagiu à notícia que informava que teria que comparecer perante um juiz no dia 7 de janeiro do novo ano para responder por acusações de agressão sexual e lesão corporal ao filho de uma jornalista televisiva de Boston, alegadamente praticadas num restaurante em Massachusetts, EUA, em julho de 2016.

Num vídeo publicado no Youtube, intitulado “Deixem-me ser franco” – um trocadilho com o nome do seu personagem –,  o ator de 59 anos clamou inocência e garantiu que não tem que pagar por um crime que não cometeu.

“Eu sei o que é que vocês querem. De certeza que eles nos tentaram separar, mas aquilo que nós temos é demasiado forte, demasiado poderoso. Afinal, partilhámos tudo, eu e vocês. Eu contei-vos os meus segredos mais profundos e mais obscuros. Mostrei-vos exatamente aquilo de que as pessoas são capazes. Choquei-vos com a minha honestidade. E vocês confiaram em mim, ainda que soubessem que não o deviam fazer. Por isso nós não acabámos, digam o que disserem. E, além disso, eu sei o que vocês querem. Vocês querem-me de volta”, afirmou Kevin Spacey, que viu o produtor da série “matar” o seu personagem de maneira a justificar a saída de Frank Underwood do guião.

 “Alguns acreditaram em tudo e estão só à espera, com a respiração calma, de ouvir uma confissão”, continuou. “Estão a morrer para me ouvir declarar que é tudo verdade e que tive o que merecia. Não era tão fácil? Se tudo fosse assim tão simples. Só que eu e vocês sabemos que nunca é assim tão simples, nem na política, nem na vida. Mas vocês não acreditariam no pior sem provas, pois não? Não saltariam para julgamentos sem factos, pois não? Fizeram-no? Não, vocês não. Vocês são mais inteligentes do que isso”, concluiu Kevin Spacey, sempre na pele do seu antigo personagem.

O vídeo surpresa do ator norte-americano já está, de resto, a suscitar várias reações de incredulidade no meio artístico. “Que vídeo absurdo [...] perdeu a cabeça”, escreveu Rosanna Arquette, a atriz de ‘Pulp Fiction’. Já Jon Favreau, ator que entrou na série ‘Friends’, questionou se o ator estará “a usar  a equipa legal de Donald Trump”.

Recorde-se que na semana passada também ficou a saber-se que o produtor de cinema Harvey Weinstein vai ser julgado por assédio e violação.

 Os procuradores de um tribunal em Nova Iorque consideraram que havia provas para avançar com o julgamento, apesar de Weinstein continuar negar todas as acusações de que é alvo.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×