29/10/20
 
 
Cérebro do ataque ao "Charlie Hebdo" preso no Djibuti

Cérebro do ataque ao "Charlie Hebdo" preso no Djibuti

Benoit Peyrucq / AFP 21/12/2018 11:47

Desde 7 de janeiro de 2015 que Peter Cherif era um dos terroristas mais procurados do mundo  

Um dos terroristas mais procurados do mundo foi detido no Djibuti. O homem que as autoridades acreditam ser o cérebro do ataque ao jornal satírico francês "Charlie Hebdo", Peter Cherif, também conhecido por Abou Hamza, aguarda agora a extradição para França. 

A detenção ocorreu este domingo, mas só foi noticiada hoje. O estatuto jurídico de Cherif e o seu processo de extradição são ainda incertos, de acordo com informações avançadas pelo diário "Le Monde".

Peter Cherif, de 36, anos, era próximo de Chérif e de Said Kouachi, os irmãos responsáveis pelo ataque terrorista contra a redação do "Charlie Hebdo", onde morreram 12 pessoas, a 7 de janeiro de 2015. 

"São excelentes notícias, porque este terrorista teve um importante papel no planeamento do ataque contra o 'Charlie Hebdo'", afirmou a ministra da Defesa francesa, Florence Parly, à rádio RTL. "Mostra que a luta contra o terrorismo é uma ação a longo prazo e que quando nos dedicamos, obtemos resultados".

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×